Acadêmicos da Unipampa realizaram manifestação em todos os campi nesta terça-feira, 18 de outubro; em São Gabriel, caminhada e mostra dos cursos fizeram parte das atividades (fotos Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

Mesmo com o congelamento de repasses revertido pelo Ministério da Educação após pressões das universidades, professores e acadêmicos da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) realizaram manifestação e mostra dos cursos na Praça Tunuca Silveira na tarde desta terça-feira, 18 de outubro. Na ocasião, os integrantes da Unipampa mostraram a importância que ela tem para a comunidade gabrielense, que não explora o potencial da instituição.

Manifestação começou com caminhada de um dos trevos de acesso à cidade até o Centro

Acadêmicos reforçam que a Unipampa colabora com a comunidade gabrielense, seja nos investimentos ou em realizações científicas e educacionais

Alunos leram carta onde relatam sua inconformidade com os cortes ocorridos desde 2014 e que tem aumentado no atual governo

Rafael Cruz salienta que foram mais de 95% de redução de investimentos em 2022, em relação a 2014

As ações começaram com uma caminhada de um grupo de alunos do trevo do San Isidro até a Pracinha do Menna, com cartazes de protesto e uma simulação de um ônibus com faixas. Com gritos de protesto principalmente contra o governo de Jair Bolsonaro, o grupo percorreu as ruas Sebastião Menna Barreto, Francisco Chagas, Brandão Júnior, Júlio de Castilhos até chegar na Praça. 

O ato inicial consistiu na leitura de uma carta dos alunos relatando os problemas enfrentados com o corte de verbas, que causa prejuízos ao campus, como problemas no pagamento de serviços terceirizados. "Queremos mostrar que a situação na Unipampa é crítica, não como está sendo falado pela reitoria que está tudo bem, os sucessivos cortes vem ocorrendo desde 2014 e viemos alertando que isso pode inviabilizar o funcionamento da instituição. Em 2022, foram mais de 95% de redução de investimento de orçamento em relação a 2014", alertou o professor Rafael Cabral Cruz.  

Dentro das manifestações, alunos realizaram mostra do que é realizado por cada um dos cursos do campi local

A acadêmica de Ciências Biológicas Danielle Nascimento salientou que a universidade colabora muito com a comunidade. "Só em recursos, são mais de R$ 16 milhões que a Unipampa injeta por ano na cidade de São Gabriel, promovendo a economia na cidade e também colaborou muito com a cidade e região na pandemia, com as testagens de RT-PCR, que ultrapssaram mais de 56 mil testes. Os cortes vem nos prejudicando muito, precisamos que a comunidade entenda e nos apoie", frisou ela. 

Na mostra, visitada por alunos da rede pública de ensino de São Gabriel e pela comunidade, os acadêmicos mostraram trabalhos, biomas, espécies e também o que é oferecido pelos cursos da instituição. Confira mais algumas imagens:







Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 18/10/2022 18h55
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.