Falta uma semana para que os eleitores voltem às urnas no segundo turno eleitoral no Rio Grande do Sul e Brasil, para eleger o governador e o presidente da República. As eleições de 2022 entraram para a história como uma das mais acirradas da história política do País. A votação irá das 8 às 17h em todo o Brasil, em horário unificado e seguindo a hora de Brasília - ou seja, no Acre, por exemplo, que tem um fuso horário de duas horas a menos em relação à hora da capital federal, inicia às 6h da manhã. 

Para votar, o eleitor deve levar um título ou documento com foto, caso saiba o local de votação, ou pode usar o aplicativo E-título, que deve ser baixado até às 23h59 de sábado, 29 de outubro. A votação, que deverá ser mais rápida do que no primeiro turno, é na seguinte ordem: governador (dois números) e presidente (dois números). Assim como no primeiro turno, é proibido levar celular para a cabine de votação, sendo que o aparelho deve ser desligado e deixado com os mesários após a confirmação da identidade do eleitor. 

No Rio Grande do Sul, os eleitores escolherão para governador entre Eduardo Leite (PSDB) e Onyx Lorenzoni (PL) e para presidente, entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Messias Bolsonaro (PL), quem deverá ser o presidente da República pelos próximos quatro anos.

Os resultados deverão ter sua divulgação final até às 21 horas (horário de Brasília), com a totalização das urnas em tempo real e simultânea. 

* Fica a dica: vote consciente e sem medo, pois o voto é secreto e não tem como ser revelado. Exerça seu direito sem pressões. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 23/10/2022 10h57
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.