(foto ilustrativa)

Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte tem o intuito de fomentar o empreendedorismo com linhas de crédito mais acessíveis

O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 6 milhões de associados e presença nos 26 estados e Distrito Federal, inicia as operações de crédito da nova fase do Pronampe. Nesta fase, é previsto o limite de R$ 7 bilhões para o Sicredi entre os R$ 50 bilhões disponibilizados aos empreendedores via o Programa.

Criado em 2020 como uma linha de crédito emergencial para incentivar o empreendedorismo brasileiro, o Pronampe passou a ser permanente e busca oferecer crédito a taxas mais atrativas aos micro e pequenos empresários, com faturamento anual de até R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões, respectivamente, além de MEI, com faturamento anual R$ 81 mil. Atualmente, as condições do financiamento são de juros igual a Selic + até 6% ao ano, com prazo de 48 meses, o que inclui a carência de 11 meses para o pagamento da primeira parcela. 

“O Sicredi sempre foi parceiro das micro e pequenas empresas, atuando de forma muito próxima a esse público. Fazemos questão de participar do Pronampe para tentar atender ao máximo essa parcela tão importante da sociedade, essencial para geração de empregos e renda”, comenta Elenilton Souza, Gerente de Produtos de Crédito do Sicredi. 

Como e quem pode solicitar o empréstimo
Com o Pronampe, empresas com mais de um ano de existência podem solicitar até 30% da sua receita bruta anual registrada em 2021 em crédito. No caso de empresas mais novas, é possível solicitar até 50% do capital social ou 30% da média de faturamento mensal (será considerado o maior valor entre os dois). O valor limite é de R$ 108 mil para microempresas, R$ 150 mil para as pequenas, R$ 24,3 mil para MEIs. Valores contratados nas fases anteriores do programa não irão influenciar no teto de empréstimo. 

Para solicitar o empréstimo, as empresas devem primeiramente acessar o e-CAC, portal disponível no site da Receita Federal, e autorizar o compartilhamento dos dados de faturamento com a instituição de sua preferência. A partir de então, o empresário está apto a negociar o crédito somente com esta instituição financeira. 

“Participamos do Pronampe desde sua criação e, somando as mais de 68 mil operações das fases anteriores, o Sicredi já ofereceu R$ 3,8 bilhões em crédito. A nossa expectativa com a nova fase do programa é seguir fomentando o empreendedorismo e a geração de empregos no Brasil”, completa o executivo.

Reportagem: Émilly Pons/Comunicação Sicredi Essência/Especial C7 
Data: 04/08/2022 09h13 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.