Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

29 agosto 2022

Caso Gabriel | "Revolta, indignação, meu irmão não merecia o que fizeram", afirmou irmã após divulgação de laudos

Soila, irmã de Gabriel (e) se manifestou após a divulgação do laudo que indicou que Gabriel morreu vítima de hemorragia causada por agressões de PMs (foto arquivo pessoal)

Após a divulgação dos laudos que confirmaram a causa da morte de Gabriel Marques Cavalheiro por lesões causadas por agressões, a irmã do jovem, Soila Marques, 27 anos, atendeu a reportagem do Caderno7 na tarde desta segunda (29) para falar do sentimento após a revelação do laudo, que corresponde ao que a família suspeitava. "Muita revolta, indignação, é o que sentimos após confirmarem o que sentíamos e sabíamos", afirmou a jovem.

Soila salientou que o resultado era esperado, diante de todas as circunstâncias e que o sentimento é de dor e indignação. "Sentimos revolta, indignação, queremos justiça mais do que nunca, que eles continuem presos e que não durmam tranquilos pelo que fizeram pelo nosso irmão. Ele não merecia isso, vamos lutar por ele até o fim", afirmando que amava o irmão tanto quanto os pais.

Ela disse ainda que considera o que foi feito pelos PMs "uma monstruosidade", pela forma que tudo se desenhou e vem se confirmando que Gabriel foi vítima de violência. "São uns monstros, eles deveriam proteger o povo e fazem isso, vamos lutar ao máximo até o fim por nosso irmão, para que a justiça seja feita", finalizou. Ela agradeceu a comunidade e a imprensa por ter dado voz para a família e a ter revelado esse crime. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 29/08/2022 17h09 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.