Jornalista do Grupo RBS Alice Bastos Neves está em São Gabriel neste começo de semana para gravações do projeto "Minha Raiz", que irá ao ar em setembro falando das cidades presentes no futebol gaúcho (fotos Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

São Gabriel está recebendo uma visita especial do jornalismo gaúcho. A jornalista Alice Bastos Neves, do Grupo RBS, está no município nesta segunda (23) e terça (24), para gravar reportagens para o programa especial "Minha Raiz", que irá ao ar no mês de setembro e que vai falar do futebol gaúcho do interior. Ela e a equipe do grupo estão gravando cenas e entrevistas para apresentar o município e o seu representante no futebol profissional, o Esporte Clube São Gabriel e nesta manhã de terça, conversou com a reportagem do site Caderno7

Reportagens apresentarão municípios presentes nas divisões do campeonato gaúcho, tanto no esporte quanto na história e cultura; ela conversou nesta terça com o técnico Gustavo Papa 

Alice ainda conversou com Arthur e Max, torcedores que viraram dirigentes do clube (foto Gean Camargo Dorneles)

Segundo Alice, o projeto percorre o interior do Estado para gravar reportagens especiais que serão veiculadas no mês de setembro, que é o período em que se comemora os Festejos Farroupilhas e evidenciará o futebol gaúcho, considerado raiz, tanto na elite do Gauchão quanto nas divisões de acesso. Em São Gabriel, ela conversou com a presidência do São Gabriel, Arthur de Barros e Max Lara, além do técnico Gustavo Papa, que assumiu recentemente o clube e é um expert em futebol gaúcho também, além de ir ao interior do município para gravar cenas com famílias dos Carreteiros. 

A jornalista salientou a satisfação de estar em São Gabriel. "Temos uma ligação especial com essa terra, fizemos amizades e aqui trazemos o que nosso interior tem, seja na cultura, história e no nosso futebol raiz, que mobiliza e apaixona as comunidades e vemos o quanto o pessoal aqui ama o futebol", afirmou. Ela também destacou as coberturas que fez, especialmente nos Jogos Olímpicos de Tóquio, ocorridos no ano passado.

"Fiz várias coberturas que marcaram, como a Copa do Mundo no Brasil, a Copa da Rússia (2018), Olimpíadas no Brasil, mas nenhuma marcou tanto como os Jogos de Tóquio, que acabaram adiados pela pandemia e como todos acompanharam, não seria possível estarmos presentes, mas com o adiamento, acabamos indo neste momento de superação, onde poucas pessoas puderam ter o credenciamento e transmitir todas as emoções dos jogos, foi algo inesquecível e especial porque estávamos em um período pandêmico e de superação", salientou.

O vice-presidente Max Lara destacou a importância da visibilidade que isso dá não somente ao clube, mas também à cidade. "Vivemos um período de retomada da identidade de nosso futebol, de reconstrução, da reconquista do torcedor, que está apoiando e abraçando o clube e isso será bom para todos nós, nos sentimos orgulhosos de relatar a história e apresentar o futebol do interior representado também pelo São Gabriel", salientou.

Confira na íntegra a entrevista com a jornalista Alice Bastos Neves, sobre as gravações em São Gabriel e agradecemos a receptividade e simpatia dela:


Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 24/05/2022 12h24
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.