Endereço de antiga rede social criada pelo turco Orkut Büyükkökten foi reativado; em comunicado, ele anunciou "novidades em breve", o que deixou a internet eufórica nesta quarta (foto Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

Rede social que fez sucesso nos anos 2000 e que iniciou a onda do setor, o Orkut pode voltar em breve. Será? O endereço oficial da antiga rede, criada pelo engenheiro turco do Google, Orkut Büyükkökten, foi reativado e um comunicado assinado pelo próprio anuncia "novidades em breve", o que deixou a internet em polvorosa nesta quarta (28). 

No comunicado, Orkut relembrou o começo da rede, há 17 anos atrás e que trabalhou muito para que a rede não tolerasse "ódio e desinformação" e que todos pudessem conhecer "pessoas reais que compartilhavam seus interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram suas fotos".

Orkut fez uma crítica ao atual momento das redes sociais, que ao invés de integrar e realizar conexões e amizades, propagam "ódio online, desinformação e nos dividir". "Sempre acreditei que uma amizade é mais do que um pedido de amizade, e dediquei minha vida a ajudar milhões de vocês a construir conexões autênticas com seus vizinhos, familiares, funcionários e os belos estranhos que entram em suas vidas". Ele salienta que as redes sociais mais do que nunca, devem fazer conexões para fazer o bem, nunca o mal e "enriquecer nossas vidas, não as manipular". 

Ele finaliza dizendo que apesar disso, ele continua sendo otimista e acredita no "poder das conexões" e que "está construindo algo novo", o que pode indicar um retorno da rede social. A notícia deixou os internautas em polvorosa, onde muitas recordações foram lembradas e outros saudaram a possibilidade da reativação do Orkut como alternativa ao Facebook, que domina o mercado e sofre com constantes problemas e irregularidades, além de acusações de estímulo à desinformação e conteúdos tóxicos.

Confira o comunicado, traduzido para o português:

Olá,

Eu sou o Orkut. Dezessete anos atrás eu comecei uma pequena rede social enquanto eu era engenheiro no Google. Em apenas alguns anos, essa rede social - orkut.com - cresceu para uma comunidade de mais de 300 milhões de pessoas.

Acredito que o orkut.com encontrou uma comunidade porque reuniu tantas vozes diversas de todo o mundo em um só lugar. Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados. Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde você pudesse conhecer pessoas reais que compartilhavam seus interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram suas fotos.

O mundo precisa de bondade agora mais do que nunca. Há tanto ódio online nos dias de hoje, e nossas opções para encontrar e construir conexões reais são poucas e distantes entre si. Sempre acreditei que uma amizade é mais do que um pedido de amizade, e dediquei minha vida a ajudar milhões de vocês a construir conexões autênticas com seus vizinhos, familiares, funcionários e os belos estranhos que entram em suas vidas.

Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Eles devem proteger nossos dados, não vendê-los. Eles devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula. Eu quero que você seja capaz de ser seu verdadeiro eu, online e offline. Eu quero que você seja capaz de fazer conexões que grudem. Eu quero ajudá-lo a fazer isso com todo o meu coração.

Eu sou um otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford. É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!

Rede social foi criada em 2004 e inicialmente, podia entrar quem tinha convite de quem já estava lá. Ela era vinculada ao Google e existiu de 2004 a 2014, quando perdeu terreno para o Facebook (foto divulgação)

Saiba mais
Criada em 2004, por Orkut Büyükkökten e vinculada ao Google, foi a primeira rede social de grande expressão na internet. Inicialmente, para ter acesso era necessário ter convite de quem já estava na plataforma. Tinha foco nos Estados Unidos, mas a maioria dos usuários era do Brasil e da Índia, chegando a ter mais de 30 milhões de usuários na época somente do nosso país. A rede foi conhecida por ter as comunidades, equivalente aos grupos do Facebook, sobre vários assuntos e temas. Ficou no ar até 2014, quando saiu do ar após ter perdido terreno para a rede social Facebook. Era identificada pelas cores azul claro e rosa. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data:28/04/2022 09h14 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.