Obras da Barragem do Jaguari, que tem promessa de conclusão em 2023, estão com 71% de conclusão; equipes da Secretaria de Obras Públicas estiveram visitando o local nesta quarta (foto Bruno Fernandes - Especial SOP)

As obras da Barragem do Jaguari, situada na divisa de São Gabriel com Lavras do Sul, chegaram a 71% de conclusão. O Secretário Estadual de Obras e Habitação, José Stédile, vistoriou as obras nesta quarta-feira (23) e a previsão é de que elas sejam concluídas em março de 2023, beneficiando mais de 240 mil habitantes na Bacia Hidrográfica do Rio Santa Maria. 

O investimento total até o momento é de R$ 124 milhões na obra, que está em vigor desde 2007 e foi retomada várias vezes ao longo de quinze anos. “Além da irrigação para a produção agrícola, a barragem garantirá segurança hídrica e controle das cheias”, pontuou Stédile. Ele enaltece a relevância dos trabalhos, uma vez que a região é historicamente afetada pela estiagem e por enchentes. A previsão é que a execução da parte física do empreendimento seja concluída no início de 2023.

Em janeiro deste ano, o governo do Estado anunciou aporte do Fundo de Recursos Hídricos de R$ 26,2 milhões para a continuidade das obras. Outros R$ 3,5 milhões serão aplicados nos projetos de construção de 150 quilômetros de canais da estrutura. O investimento integra o programa Avançar nas Obras e Habitação.

Além de São Gabriel, a barragem também atenderá aos municípios de Cacequi, Dom Pedrito, Lavras do Sul, Rosário do Sul e Santana do Livramento. O empreendimento terá capacidade para irrigar 83 mil hectares, além de garantir o abastecimento de água à população.

A estrutura está sendo construída com recursos do governo Federal (75%) e contrapartida do governo do Estado (25%). A obra está a cargo da Sultepa Construções e Comércio Ltda. e a supervisão dos serviços é executada pelo consórcio Ecoplan Engenharia Ltda. e Bourscheid Engenharia e Meio Ambiente Ltda.

A visitação teve a presença de técnicos da Secretaria Estadual de Obras Públicas (SOP) e do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), representado pelo diretor de Obras Hídricas, Francisco Igor Nunes, pelo chefe de gabinete Fernando Diniz e pelos analistas de Infraestrutura, Marcelo Carvalho e Anderson Machado. 

Também se fizeram presentes o prefeito de Lavras do Sul, Sávio Prestes, os vice-prefeitos de São Gabriel, Lucas Menezes, e de Dom Pedrito, Diego da Rosa Cruz, além de representantes dos municípios de Cacequi, Rosário do Sul e Santana do Livramento; bem como o assessor do senador Luis Carlos Heinze, Renato Gemello Bonadiman.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da SOP 
Data: 24/02/2022 15h24 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.