Mário Eleú Silva, que morou e atuou em Rosário do Sul na medicina, política e cultura, morreu neste domingo em Santa Maria, onde residia (foto divulgação)

Morreu na noite deste domingo (30), o médico, político, compositor nativista e poeta Mário Eleú Mazzine Silva, aos 79 anos. Mário Eleú, que era natural de Quaraí e atuou muitos anos em Rosário do Sul, estava internado no Hospital de Caridade Dr. Astrogildo de Azevedo e compôs várias canções que fizeram parte da história dos festivais.

Eleú estava em tratamento de uma neoplasia metastática. Era conhecido por músicas como "Orelhano" e "Provinciano", além de "Querência Querida", que homenageou sua terra natal, Quaraí, além de participar de vários festivais em parceria com consagrados músicos nativistas. Eleú residiu em Rosário do Sul por 39 anos e foi homenageado em 2013 como cidadão rosariense por proposição do vereador Edmundo da Rosa. 

Em Rosário, atuou no 1º Plantão Médico junto ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora e também na implantação do atual prédio da Previdência Social. Também foi autor de livros, como "Ginete de Ilusões" e "Gigante de Ilusões" e ainda foi vereador, inclusive presidindo o Poder Legislativo rosariense. O prefeito Vilmar Oliveira (PDT) decretou luto oficial pela morte do médico, político e ativista cultural que agora faz parte da história. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 31/01/2022 11h43
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.