Se a pandemia te atrapalhou, o REFIS te regulariza! Prefeitura de São Gabriel

Assine 200 mega por 99,00 e leve mais 30 mega por 1 pila! CLIQUE AQUI

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Clínica Imuniza - Muito mais do que vacinar, cuidar do seu bem estar - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

O Sicredi Essência faz mais por você!

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

14 agosto 2021

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Planalto Transportes

Pedido de recuperação judicial da Planalto Transportes foi aceito pela Justiça de Santa Maria, dando fôlego para empresa negociar dívidas com credores (foto arquivo C7)

A Justiça do Rio Grande do Sul, por meio da 3ª Vara Cível da Comarca de Santa Maria, aceitou o pedido de recuperação judicial do Grupo JMT, que inclui a Planalto Transportes. A decisão foi emitida pelo Juiz de Direito Michel Martins Arjona na última quarta-feira (11) e permitirá que a empresa tenha prazo para sanar as dívidas com credores, que no caso da Planalto, chegam próximo de R$ 200 milhões.

A decisão também determinou liminarmente, a suspensão de todas as ações líquidas ou execuções contra as recuperandas, bem como a suspensão e/ou revogação das ordens de penhora. A opção pela recuperação é explicada no pleito levado à Justiça como decorrência da queda na receita bruta com a venda de passagens - atividade da Planalto, citada como maior empresa do grupo - desde o começo da pandemia da Covid-19.

As demais quatro empresas são Formosa Participações LTDA. (administração de bens móveis e imóveis), JMT Agropecuária LTDA. (atividades agrárias), JMT- Administração e Participações LTDA (administração de bens móveis e imóveis). e Veísa Veículos LTDA. (comercialização de veículos automotores). O grupo agora tem 60 dias para apresentar plano de reestruturação.

No caso da Planalto, a maior empresa do grupo, a ideia segundo informado pelos advogados à imprensa, é ter fôlego para esperar a crise terminar. A empresa mantém todos os veículos e as 98 linhas intermunicipais, interestaduais e internacionais funcionando. Ela precisa mesmo é conseguir retomar a ocupação de cada ônibus para garantir a viabilidade do negócio.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do TJRS
Data: 14/08/2021 11h02
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.