Pague seu IPTU 2022 com desconto até 10 de fevereiro - Prefeitura de São Gabriel

Vestibular Permanente Urcamp - SEJA PROTAGONISTA DA SUA VIDA - INSCREVA-SE AQUI

Ecoestudos Inteligência Ambiental - Buscando um mundo mais sustentável

Dental SG - A clínica odontológica da família gabrielense

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

CauzzoMais - seu acesso inteligente à saúde e a uma vida mais completa

Para tudo que o verão pede, Sicredi

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

28 junho 2021

Policial gabrielense e ativista da causa animal receberá título de cidadã bageense nesta segunda

Patrícia Coradini receberá o título de Cidadã Bageense nesta segunda-feira, em frente à Câmara de Vereadores de Bagé (foto arquivo pessoal)

A policial civil gabrielense e ativista da causa animal Patrícia Mozzaquatro Coradini receberá nesta segunda-feira (28) o título de Cidadã Bageense, a partir das 13h, em solenidade comunitária que ocorrerá em frente à Câmara de Vereadores de Bagé. A homenagem, de proposição da vereadora Beatriz Souza (PSB) está aprovada desde 2020, mas não teve aprovação para sessão solene no Legislativo da cidade, o que gerou polêmica no Estado.

A solução foi realizar uma solenidade na rua, em frente ao prédio do Legislativo, na Avenida Sete de Setembro. A proposição à policial, que também é presidente do Núcleo Bageense de Proteção aos Animais (NBPA), principal entidade de apoio aos animais, estava aprovada desde 2020, mas o ato de entrega solene não pode ser realizado em virtude de restrições impostas pela pandemia. 

Ao ser colocado em votação, a proposta não teve o número de votos necessários para ser aprovada - eram necessários nove, mas somente quatro vereadores aprovaram o pedido para entrega em plenário. Apesar do Legislativo bageense, presidido por Augusto Lara (PTB) ter informado que a entrega não era obrigatória, comentários são de que a proposição não teria sido aprovada porque Patrícia seria "opositora" do atual governo. 

A rejeição gerou polêmica por conta da repercussão negativa, potencializada pela jornalista Rosane Marchetti e a Secretária de Trabalho e Assistência Social do Estado, Regina Becker Fortunatti, ambas colegas de ativismo animal, que criticaram a decisão nas redes sociais. A solenidade deverá ter a presença do marido de Regina, José Fortunatti, que anunciou nas redes sociais que iria a Bagé prestigiar a homenagem. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 28/06/2021 08h41
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.