Esquenta EAD Urcamp - A condição que vai aquecer sua carreira! CLIQUE AQUI!

Páscoa Peruzzo - Recheada de ofertas para você

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Clínica Imuniza - Muito mais do que vacinar, cuidar do seu bem estar - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

Faça seu Plano Safra com o Sicredi

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

12 abril 2021

Jovem transgênero é vítima de transfobia em Rosário do Sul

(foto ilustrativa)

Rosário do Sul foi cenário de um caso lamentável na última semana envolvendo discriminação de gênero. No final da tarde de quinta-feira (8), um jovem transgênero de 21 anos, sua companheira de 15 e seu irmão de 13 anos, foram vítimas de agressão na Rua Coronel Sabino de Araújo. O fato ocorreu por volta das 18h, em uma oficina na referida rua, mas o que chamou atenção é que o jovem foi vítima das agressões por transfobia. 

Segundo informações obtidas junto à Polícia, o caso ocorreu quando os três estavam colhendo nozes no solo e foram interpelados por um homem que seria proprietário de uma oficina mecânica existente no fundo do terreno - conforme informações colhidas, muitas pessoas na comunidade costumam passar ali e recolher estas nozes. Os jovens iriam embora, mas teriam sido impedidos pelo proprietário de sair e começaram a ser agredidos violentamente por ele. A motivação das agressões seria porque o jovem é transgênero. 

Um áudio que circulou nos grupos de WhatsApp em Rosário atribuído supostamente ao cidadão constaria uma afirmação de que o jovem "apanhou por vestir-se como homem e iria apanhar como tal" porque estariam "roubando" e que as vítimas foram encerradas e agredidas. Na ocorrência, o homem alegou que eles estavam tentando furtar algo do local, o que foi negado pelas vítimas, que responsabilizaram o agressor.

Na sexta-feira (9), movimentos de diversidade de Rosário do Sul fizeram uma caminhada com protesto contra a violência sofrida pelo jovem, terminando em frente à oficina onde ocorreu o fato lamentável. As autoridades estão investigando o caso, que teve grande repercussão pela discriminação explícita sofrida pelas vítimas. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 12/04/2021 12h14
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.