12 março 2021

Vacinas, a sua melhor escolha

(foto ilustrativa)

Fernanda Bastos
Diretora da Clínica Imuniza

A prevenção de doenças por meio de vacinas se dá, de modo geral, pela administração de vírus ou bactérias inativos que estimulam a reação do sistema imunológico ao ser introduzidos no organismo humano, promovendo a produção de anticorpos que evitam a ocorrência de doenças provocadas por esses micro-organismos.

Graças à vacinação, houve uma queda drástica na incidência de doenças que costumavam matar milhares de pessoas todos os anos até a metade do século passado – como coqueluche, sarampo, poliomielite e rubéola. Mas, mesmo estando sob controle hoje em dia, elas podem rapidamente voltar a se tornar epidemia caso as pessoas parem de se vacinar.

Vale lembrar, na época de frio, vacinação contra gripe, pneumo 13 e pneumo 23. Para a vacinação contra a gripe H1N, há duas vacinas disponíveis, a trivalente e a tetravalente ou quadrivalente. De acordo com as recomendações da Sociedade Brasileira de Imunização, para as crianças com mais de 9 anos e adultos, uma dose anual é suficiente para conferir a proteção desejada. Para crianças de 6 meses a 9 anos de idade, são recomendadas duas doses na primeira vez em que forem vacinadas, a chamada primovacinação e, posteriormente, uma dose anual.

Estamos fazendo reservas de vacina da gripe, ela inicia final de março. 


Pneumonias, existe prevenção
Você sabia que a causa bacteriana mais frequente de pneumonia é a espécie pneumococo? A estimativa é que ela cause cerca de 3 milhões de mortes por ano em todo o mundo!

A forma mais simples de combater essas bactérias é com a vacina Pneumo 13, que é capaz de combater treze sorotipos de pneumococos, bem como prevenir cerca de 90% de patologias gravíssimas. Ela é recomendada para crianças a partir de 2 meses de idade, assim como adulto e idosos. Temos a Pneumo 13 disponível para aplicação aqui na Imuniza! Entre em contato agora mesmo e garanta a sua saúde!

Coronavírus aumenta importância de se vacinar contra a gripe
A vacinação contra a gripe ajuda a desafogar os sistemas de saúde, internações e ainda facilita no diagnóstico pelo médico do Covid-19 e evitar casos em que o novo vírus contamine pessoas desabilitadas. Quanto mais as pessoas estiverem imunizadas contra  a gripe, haverá menor risco de diminuição na imunidade, além de evitar aglomerações nos hospitais.

Neste ano, em que o coronavírus poderá concentrar boa parte da infraestrutura e das equipes de saúde, quanto menos necessidade houver de destinar atendimentos e internações para pacientes com outras doenças, melhor. 

Como a vacina tem alta eficácia contra o influenza, essa é considerada uma estratégia de alto impacto para evitar sobrecargas em unidades de saúde e hospitais. Garanta a imunização e de sua família. Entre em contato pelo fone (55) (55) 99646-6624, de segunda à sexta, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.