Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

19 outubro 2020

Com protocolo aprovado, bailes e eventos festivos devem ser liberados no Rio Grande do Sul


Com informações do Portal Leouve

A partir de aprovação de protocolos de saúde, que já foi pré-obtida, os bailes e eventos dançantes devem ser liberados no Rio Grande do Sul até a próxima semana. O anúncio deve ser oficializado pelo Governador Eduardo Leite, em decreto que deve ser publicado ainda nesta semana. O protocolo foi aceito e não será necessária a realização de um evento teste antes da oficialização da retomada dos eventos festivos. Festas infantis também serão liberadas. 

Os protocolos foram apresentados mediante ideias de entidades ligadas à musica, representantes de bandas, Associações de Bandas de Bailes do Rio Grande do Sul, representantes de casas noturnas e de espetáculos e demais representantes do setor de eventos, com apoio do Deputado Federal Ernani Polo. Ainda no mês de setembro, o governador havia sinalizado a liberação dos eventos em questão, de forma a evitar festas clandestinas e sem nenhuma norma de prevenção.

A capacidade de público deve ser reduzida entre 30 a 50% da disponibilidade total dos estabelecimentos, além do espaçamento de 1,5m e disponibilização de camarotes e mesas para grupos reduzidos, bem como a higienização de calçados, mãos e aferição de temperatura de todos os presentes, dentre outras medidas que ainda serão avaliadas pelo Comitê do Governo Estadual.

Data: 19/10/2020 22h36
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.