16 setembro 2020

São Gabriel tem notas baixas no IDEB 2019

Município teve queda brusca nas notas do IDEB, ficando nas últimas posições em 2019; Secretário Gleidevan disse que município teve prejuízos com enchentes e temporais na época, que impossibilitaram alunos de fazer as provas (foto ilustrativa)

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira (15), o mais recente resultado do IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do ano de 2019, e São Gabriel teve uma queda surpreendente nos anos iniciais e finais, ficando nas últimas posições, em 9º e 10º lugar na região. Perguntado sobre o porque houve esta queda, o Secretário de Educação, Gleidevan Morais, se disse surpreso e que isso ocorreu porque foi na época em que a cidade passou por temporais e enchentes, que impossibilitaram os alunos de comparecer aos dias de prova.

Nos anos iniciais (1º ao 5º ano), a média de São Gabriel foi de 4,6 e nos anos finais (6º ao 9º ano), a média ficou em 3,7, ficando atrás de municípios como Uruguaiana, Alegrete, Rosário e Itaqui, entre outros. O município que ficou em 1º lugar foi Quaraí, com médias de 6,5 e 5,7, respectivamente.

O que diz a Prefeitura?
Em contato da reportagem com o Secretário de Educação Gleidevan Marques, para sabermos a repercussão e análise das notas, o mesmo afirmou que a queda das notas aconteceu por que na data marcada para o exame, no final de outubro e começo de novembro de 2019, a cidade foi severamente atingida por temporais e enchentes, o que impossibilitaram muitos alunos de comparecerem às provas.

— Ficamos surpresos e até chateados com este resultado. Tínhamos 22 escolas preparadas para a participação nas provas, mas só cinco delas aplicaram as mesmas e três delas alcançaram a meta. Tentamos um adiamento das provas por conta destas circunstâncias, mas não foi possível. Mas lamentamos este resultado que foi atípico, porque sempre atingimos as médias no IDEB — explicou o Secretário. 

O que é o IDEB
Medido a cada dois anos, o Ideb é o principal indicador de qualidade da educação brasileira. O índice registrado nos anos iniciais no país passou de 5,8, em 2017, para 5,9, em 2019, superando a meta nacional de 5,7 considerando tanto as escolas públicas quanto as particulares. Nos anos finais do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, avançou de 4,7 para 4,9. No entanto, ficou abaixo da meta fixada para a etapa, 5,2. No ensino médio, passou de 3,8 para 4,2, ficando também abaixo da meta, que era 5. 

O Ideb é calculado com base em dados de aprovação nas escolas e de desempenho dos estudantes no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O Saeb avalia os conhecimentos dos estudantes em língua portuguesa e matemática. O índice final varia de 0 a 10.

O índice tem metas diferentes para cada ano de divulgação e também metas específicas nacionais, por unidade da federação, por rede de ensino e por escola. A intenção é que cada instância melhore os índices para que o Brasil atinja o patamar educacional da média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Confira os índices do IDEB na região:

Anos Iniciais (1º ao 5º ano)
Quaraí - 6,5
Uruguaiana - 5,5
São Borja - 5,5
Alegrete - 5,1
Rosário do Sul - 5,1
Itaqui - 4,9
Barra do Quaraí - 4,9
Santana do Livramento - 4,8
São Gabriel - 4,6
Maçambará - 4,5
Manoel Viana - 4,3
Santa Margarida do Sul - sem nota

Anos Finais (6º ao 9º ano)
Quaraí - 5,1
Alegrete - 4,7
Uruguaiana - 4,4 
Barra do Quaraí - 4,4
Santana do Livramento - 4,0
Maçambará - 4,0
São Borja - 3,9
Itaqui - 3,8
Santa Margarida do Sul - 3,7
São Gabriel - 3,7
Manoel Viana - 3,7
Rosário do Sul - sem nota

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 16/09/2020 10h13
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.