21 setembro 2020

Motoristas de apps protestam por ampliação de prazo para regularização em São Gabriel

Motoristas de aplicativos pedem mais prazo para adequações à lei municipal e se queixam que multas estão sendo aplicadas indiscriminadamente; Secretário de Segurança, Vitor Teixeira, afirmou que Prefeitura ouvirá as reivindicações do setor

No começo da tarde desta segunda-feira (21), motoristas de aplicativos realizaram um protesto contra a Prefeitura de São Gabriel, por problemas que estariam ocorrendo na questão da regulamentação dos apps de transporte no município e queriam ser recebidos pelo Prefeito Rossano Gonçalves. A Prefeitura, por sua vez, está realizando o cadastro conforme exigido pela Lei Federal e que ouvirá os profissionais do setor em reunião a ser realizada. 

Motoristas realizaram protesto até a frente da Prefeitura no começo da tarde desta segunda-feira

Setor, que tem cerca de 100 trabalhadores na cidade, quer apoio para regularização, visto que receitas caíram durante a pandemia de covid-19

O protesto reuniu motoristas dos apps Uber, Garupa, Guri e Mobjá, existentes no município e saiu da Júlio de Castilhos em direção ao Palácio Plácido de Castro, onde estacionaram em frente e queriam falar com o Prefeito Rossano, em torno de 100 profissionais do setor. Segundo um dos organizadores, Gico Borges, a categoria queria uma ampliação do prazo para adequação em virtude da pandemia, que causou queda de receita da categoria. 

Trabalhadores queriam falar com o Prefeito Rossano Gonçalves, mas não foi possível

— Não vamos descumprir a lei e nem fazer bagunça, mas queríamos que o Prefeito nos recebesse e ouvisse nossos apelos, além do quê, já pagamos muitas taxas além do MEI e as municipais e estamos sendo multados, o que é absurdo por estarmos em pandemia. Tem motorista que já recebeu mais de 1,2 mil em duas multas apenas — ponderou Gico. 

Após buzinaço que durou mais de 20 minutos, os motoristas falaram com o Secretário Municipal de Segurança e Cidadania, Vitor Teixeira, que esclareceu que a Prefeitura não pode adotar medidas que transgridam a lei eleitoral neste momento ou que caracterizem favorecimento.

— Se tivermos de ouvir, vamos ouvir todo mundo. Queremos ouvir os representantes dos aplicativos para entender quais são as reivindicações do setor — afirmou o Secretário à reportagem. 

A Prefeitura emitiu nota em suas redes sociais que está efetuando o cadastro de profissionais e empresas que trabalham com os apps de transporte de passageiros, mas que "não há interesse do Poder Público, em inviabilizar o trabalho de profissionais da área e que busca uniformizar a forma de atendimento, descartando qualquer tipo de favorecimento e garantindo segurança e qualidade no atendimento", finalizou. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 21/09/2020 22h40
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.