08 junho 2020

RS-473 e 630 agonizam sem solução

RS-473 ficou bastante deteriorada com a chuva do final de semana em São Gabriel, além da RS-630; estradas agonizam sem manutenção (foto Reinaldo Rodrigues)
Estradas que poderiam ser uma alternativa de encurtar a chegada até Bagé, Dom Pedrito e o sul do Estado, que só tem acesso por meio da BR-392, as RS-473 e 630, que ligam São Gabriel com os dois municípios agonizam sem solução e completamente abandonadas. As chuvas dos últimos dias tornaram ambas as estradas intransitáveis, com veículos atolando e motivando cobranças nas redes sociais.

Na sexta-feira, um ônibus do Expresso Batovi atolou nas proximidades do Frigorífico Foresta na estrada São Gabriel-Dom Pedrito e durante o final de semana, carros atolaram na RS-473, que vai até Bagé. A esperança de ver um dia o asfaltamento destas estradas vai se esvaindo e talvez essa e a próxima geração não vejam esse sonho sendo possível. O taxista Reinaldo Rodrigues foi levar um passageiro até as proximidades e registrou a situação da estrada. "Está horrível, quase que atolamos com nosso veículo por lá", afirmou.

No trecho asfaltado da RS-630, que vai até a Santa Clara, a estrada está novamente deteriorada, um ano e meio após sua recapagem completa. O vereador André Focaccia (PSD) informou que estará pedindo junto ao Estado para que se contrate uma firma para fazer a recuperação ou que o município faça o serviço com esta empresa que for contratada e solicite o ressarcimento junto ao Governo do Estado. "Não há mais condições de trafegar ali e representa um grande risco de vida", afirmou o parlamentar.

As manutenções, de responsabilidade do Governo do Estado, teriam sido paralisadas por conta da pandemia de coronavírus, visto que muitos funcionários das empresas que efetuam estes serviços são dos grupos de risco. E as estradas vão agonizando e se deteriorando a cada dia. Até quando?

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 08/06/2020 15h11 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário: