Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Marcos MEC recebe a imprensa e "abre o coração" no seu último ano de Câmara

Dias 31/01, 1º e 2/02 - 2ª Festa da Cordeira e 1º Cordeiraço da Canção Nativa em Santa Margarida do Sul - prestigie!

22-02-2020 Prestigie o Carnaval da Despertar, na Seven! Baile com Tudo di Bom. Clique aqui para mais info

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Dotto Advocacia - Cível, criminal, trabalhista, trânsito - clique aqui para entrar no site

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Pague o IPTU 2020 em São Gabriel e tenha descontos até 10 de fevereiro!

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Inscreva-se no Valor S do Sicredi Pampa Gaúcho

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Marcos MEC recebe a imprensa e "abre o coração" no seu último ano de Câmara

Na primeira entrevista ao site Caderno7 após a posse, Marcos MEC falou das expectativas e anseios para este ano que será seu último na Câmara de Vereadores, onde se dedicará à presidência do Legislativo gabrielense
Em seu último ano na Câmara de Vereadores, o vereador Marcos Vieira, conhecido como Marcos MEC, do PSDB, assumiu pela segunda vez o mandato de presidente do Poder Legislativo. Mais experiente e amadurecido, MEC destaca que terá um ano voltado para a gestão e melhoria das práticas do Legislativo. Em entrevista ao site Caderno7, o parlamentar falou de forma franca e aberta sobre os objetivos para este ano e declara estar fazendo a sua parte com transparência e consciência tranquila, onde a prioridade é a comunidade gabrielense, além de buscar uma parceria com o Executivo para beneficiar a comunidade.



Marcos falou das expectativas deste ano, que deverá ser atípico por ser um ano eleitoral, mas para ele não haverá preocupações por não ser candidato. "Poderemos assim trabalhar focados na gestão e atentando para o cumprimento da lei eleitoral. Acrescento que a preocupação será com o bem de todos, principalmente na comunidade", recordando que pretende fazer o que fez em sua primeira gestão, que é melhorar o Legislativo. "Lembro que quando assumimos a presidência em 2014, recebemos a Câmara em condições que não eram boas, realizamos reformas na estrutura e administrativas, que deram certo e foram melhoradas pelos presidentes que nos seguiram", frisa.

Durante mais de meia hora, Marcos conversou com o editor do site, jornalista Marcelo Ribeiro e foi bem sincero sobre os assuntos abordados, destacando que está de consciência tranquila e que sua parte pela comunidade está sendo feita
Um sonho que o presidente acalenta é de mudar a Câmara de Vereadores do Edifício Centenário, para outro lugar, destinando o local para um Centro Cultural. "Se for possível, queremos tornar este sonho realidade, formar uma parceria com a Prefeitura para conseguir outro local para construção de um novo prédio. Ou senão, pensar em utilizar o antigo campus da Urcamp, mas os empecilhos seriam a reforma, muito custosa por conta da deterioração do prédio e também pela lei eleitoral, que não se pode contrair custos seis meses antes da eleição", afirmando que se não for possível, espera que outras gestões possam realizar este ideal.

Sobre a experiência de ser Prefeito da cidade - assumida até segunda-feira - Marcos destacou que foi um aprendizado inesquecível, apesar de ser um período difícil por conta da estiagem que assola o município, que não tem chuva há mais de 30 dias e não poupou críticas ao Governo do Estado pela morosidade em prestar auxílio aos municípios. "Foi uma experiência única em nossa vida, pois há mais de 50 anos que um vereador não tinha a oportunidade de assumir a Prefeitura. Infelizmente, pegamos um período difícil que vivenciamos da estiagem e mesmo com o curto tempo, agilizamos uma parceria da Prefeitura com o Exército e a São Gabriel Saneamento para obter um caminhão-pipa e levar água para regiões mais afetadas como o Faxinal e os assentamentos", explicou.

O vereador lamenta a burocracia e a morosidade do Governo Estadual para permitir a decretação de emergência. "É algo muito burocrático, até se conseguir todas as certificações e atestados para receber o que é direito da situação, já acabou a situação. A Defesa Civil tem que estar em primeiro lugar para assistir às pessoas que necessitam de socorro nestes momentos", finalizando que a experiência foi boa. "Sou uma pessoa que gosta de gestão, de fazer e executar, sou mais gestor do que o político assistencialista", afirmou.

Sobre os desafios neste ano, o maior desafio será fiscalizar a conduta do Legislativo para não transgredir as leis em ano eleitoral. "Temos que ter cuidado para não transgredir as leis, cumprir horários e estar dentro dos limites impostos, porque aqui em São Gabriel vivenciamos um ambiente político rivalizado. O resto, cremos que será tranquilo porque temos experiência e vivência político-administrativa. Gosto de desafios, quanto mais, melhor para mim", afirma.

Questionado sobre a polêmica que ressurge a cada ano que são as diárias, Marcos destaca que vai trabalhar para reduzir os gastos, principalmente com cursos. "Já implantamos isso em 2014, de trazer a UVERGS para São Gabriel para que os vereadores e servidores tenham cursos aqui, sem precisar se deslocar. Claro, algum curso novo ou busca de emendas parlamentares que venham realmente a beneficiar o município ocorrerão, mas com controle fiscal e responsabilidade", diz, mas acredita que este gasto deverá diminuir porque os vereadores terão que ficar mais na cidade para busca de votos.

Sobre as emendas parlamentares, o Presidente quer alinhar com o Prefeito sobre buscar se as emendas serão investidas e se o Executivo terá a contrapartida necessária para efetivar estes investimentos. "Vamos ser bem francos: muitas delas acabam não chegando aqui e na realidade, iludem os eleitores. Vamos ser transparentes e buscar alinhar com o Prefeito para buscar recursos que verdadeiramente possam beneficiar a comunidade, sem ilusão e nem enganar a população", ponderando que o trabalho tem que mostrar a realidade e a verdade.

Marcos ainda destaca a relação do Legislativo com o Executivo, que "iniciou o ano muito boa" com esta transição de cargo. Ele frisa que isso foi um sinal de que o Prefeito Rossano quer harmonia com o Poder Legislativo e que sempre teve um "prefeito, um partido e um lado", que é o povo gabrielense. "Vamos discutir sempre com o Executivo e os colegas vereadores, para concretar uma harmonia, sem disputas porque o povo sempre é prejudicado. Não acredito que nem o Prefeito e muito menos os vereadores façam projetos para querer o mal da população, o diálogo será sempre a melhor via", asseverou.


Finalizando, Marcos quer contar com a parceria da imprensa para levar a público as atividades, transparência - combatendo as fake news que persistem em surgir na comunidade e que motivam preocupações em ano eleitoral - além de estar tranquilo para seu último ano de mandato. "Falo de peito aberto, fiz a minha parte para ajudar a comunidade e minha prestação de contas está a disposição de quem quiser conferir. Eu quero que minha terra cresça, que São Gabriel progrida. Finalizo desejando um ano de sucesso a todos e acima de tudo, que a paz reine na comunidade gabrielense", finalizou. Marcos Vieira reassumiu a presidência do Legislativo na terça-feira mesmo.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 08/01/2020 20h05 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: