10 dezembro 2019

Morre vítima de atropelamento na Maurício Cardoso

Dias após atropelamento, Marilene Lopes não resistiu e faleceu na manhã desta terça-feira, 10 de dezembro (foto arquivo pessoal)
Uma notícia triste ocorrida na manhã desta terça-feira, 10 de dezembro. Após dias de luta pela vida, a vítima do atropelamento ocorrido na Rua Maurício Cardoso em 30 de novembro, Marilene Henriques Lopes, 69 anos, não resistiu aos ferimentos graves decorrentes da tragédia e faleceu na manhã de hoje.

Marilene estava na calçada de sua casa, próximo ao estabelecimento comercial de um de seus filhos por volta das 17h quando ela e mais cinco pessoas foi atropelada por um Voyage dirigido por Leonardo Corrêa, que alegou ter tido uma convulsão ao volante do veículo. Na hora, ela acabou arremessada quase na esquina com a Avenida Júlio de Castilhos.

Ela estava em coma induzido desde o dia o acidente e era considerada uma pessoa de bem com a vida, querida pelos familiares e todos que estavam à sua volta. A Polícia Civil está investigando o caso. Leonardo se apresentou dias depois com seu advogado na Delegacia de Polícia.

À família, nossos sentimentos.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 10/12/2019 12h17
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.