28 julho 2019

Mais uma criança é assassinada, agora em Rivera

Quase uma semana após a morte de Kauany Vitória Rodrigues Veloso, 2 anos, morta por um adolescente de 17 anos a facadas no Bairro Santa Clara na madrugada de 20 de julho, mais um crime que teve um final trágico aconteceu na região, na noite de sexta-feira, 26 de julho. A pequena Anna Clara da Silva Palombo (foto ao lado), 4 anos, morreu em virtude de violentas agressões cometidas pelo seu padrasto, Jonathan Alves, 31 anos, em Rivera.



O pior é que ela também teria sofrido violência sexual antes de morrer, segundo informações das autoridades policiais. O crime chocou a Fronteira da Paz, onde tanto moradores de Santana do Livramento quanto de Rivera condenaram o crime hediondo contra a criança. O padrasto, que estava foragido e agrediu a criança violentamente, foi preso horas após a morte da criança e levado para o Presídio de Carancho, em Rivera, mas foi transferido para Montevidéu por conta de ameaças de outros detentos, que souberam do crime e queriam justiça. Na hora da detenção de Jonathan, pessoas que esperavam por ele na Justiça de Rivera tentaram "fazer justiça com as próprias mãos", partindo pra cima dele.


A mãe da criança, Gime Palombo, também foi presa por omissão de socorro e transferida para Montevidéu. Com diferença de uma semana, duas crianças foram vítima da violência dos adultos, sem direito a se defender. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do site Sentinela24h 
Data: 28/07/2019 19h49 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.