28 maio 2019

Casos de "mão-pé-boca" chegam a cem em São Gabriel, mas não devem avançar

Casos do vírus mão, pé e boca deverão estacionar em cem em São Gabriel (foto ilustrativa)
Preocupação entre os pais, os casos do vírus "mão-pé-boca" estão controlados em São Gabriel e o que podia ser feito para conter o avanço do vírus foi feito, informou o Secretário da Saúde, Ricardo Coirolo. Os casos chegaram a cem, mas agora cabe aos pais e responsáveis pelas crianças redobrar a higiene e que isso pode ir até o começo do próximo mês.


Coirolo salientou que as medidas mais fortes que foram a higienização das escolas, foram feitas no último feriado, com o fechamento por cinco dias. "Tivemos os casos mais constantes nas Escolas Vó Edy e Nossa Senhora Menina, e com orientação da Vigilância Epidemiológica, por isso orientamos a Secretaria de Educação que fechasse as escolas infantis para limpeza e higienização, o que pode controlar o avanço do vírus. Só que como esse vírus fica incubado, os casos ainda estão surgindo, o que deve ocorrer até junho", explicou. Ainda houveram os casos além de alunos, dois monitores adolescentes, uma professora e dois adultos que tiveram contato e contraíram o vírus.

Agora, o foco é orientação e higienização permanente, para conter o surgimento de novos casos. "É uma doença limitada, que não tem um tratamento específico e também reforçamos a orientação com as equipes de enfermagem que deram palestras aos pais, professores e monitores sobre como se cuidar. Não há muito o que fazer, agora é orientação e higienização, principalmente lavar bem as mãos", finaliza.


A cidade teve maiores picos de casos entre abril e maio, onde o foco de maior número de ocorrências foi nas Escolas Infantis Vó Edy e Nossa Senhora Menina. Os surtos provocam preocupação, mas enfermidade desaparece espontaneamente após cerca de dez dias e só tem uma coisa a fazer: higienização, principalmente lavar bem as mãos.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 28/05/2019 20h05 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.