20 fevereiro 2019

Cuidado: golpistas "vendem" revistas e lesam vítimas em Alegrete


Em Alegrete, pessoas estão sendo vítimas de um golpe que utiliza a venda de revistas para extorquir dinheiro por meio de desconto no cartão de crédito. Segundo o site Alegrete Tudo, as vítimas são abordadas nas ruas e em frente a supermercados da cidade e são convencidas a comprar assinaturas de revistas.



Nos golpes, a proposta é o pagamento de parcelas baratas, a partir de 16 reais em dez vezes e após formalizado, a vítima não recebe as prometidas revistas. Quando vem a fatura, a surpresa desagradável: de quase duzentos reais acertado com os "vendedores", o valor salta para até 600 reais.

Quatro casos foram registrados em Alegrete e a Polícia Civil orienta para que registre ocorrência e alerta para este tipo de venda com transação em cartão de crédito e desconto consignado, que tem prometido as revistas, não entrega e ainda desconta um valor maior do que o prometido. O alerta fica porque os golpistas podem visitar outros municípios da região. Denuncie!

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 20/02/2019 08h56
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.