Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Cavalgada homenageará vítimas da Kiss e cobrará justiça

volta as aulas perpétuo

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Volta às Aulas da Grazziotin, aproveite e parcele em até 10x no nosso cartão

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Pague o IPTU em cota única e ganhe descontos! Até 11 de fevereiro

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Conheça a KJ Contabilidade Consultiva e saiba mais como fazer contabilidade com eficiência

Cavalgada homenageará vítimas da Kiss e cobrará justiça

Cavalgada irá de São Gabriel a Santa Maria para homenagear vítimas da Kiss e protestar contra impunidade. Evento foi realizado em 2013, seis meses após a tragédia (foto divulgação)
Em 27 de janeiro, se completarão seis anos da tragédia da Boate Kiss em Santa Maria, ocorrida em 2013. Um grupo de amigos mais uma vez realizará uma cavalgada que homenageará as 242 vítimas e protestará contra a impunidade que persiste no caso, ainda não julgado pela Justiça. A "Cavalgada de Homenagem aos Amigos" sairá de São Gabriel no dia 24 e chegará a Santa Maria em 26 de janeiro.

Segundo Diego Fernandes, um dos organziadores, o evento é realizado em conjunto com a AVTSM (Associação das Vítimas da Tragédia de Santa Maria) e terá a participação dos Cavaleiros da Paz. Em torno de 30 cavaleiros participarão do evento, mais equipe de apoio. Eles percorrerão vários locais no interior de São Gabriel e Santa Maria, até chegar na Estância do Minuano em 26 de janeiro. O ponto de partida será na Estância Umbu, de Inocêncio Gonçalves, pai de Heitor, uma das vítimas da tragédia, por volta das 5h da manhã de quinta.

À noite, a cavalgada irá em direção ao Centro de Santa Maria, mais precisamente à Rua dos Andradas, para fazer homenagens no mesmo horário em que começou o incêndio. "Faremos uma cavalgada ordeira, porém em tom de protesto para a impunidade do caso até o presente momento e para que não se esqueçam de tudo o que ocorreu", finalizou. O ato homenageará todas as vítimas, inclusive os gabrielenses que se foram. A tragédia que vitimou 242 jovens no incêndio até agora não foi julgada. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 22/01/2019 16h37
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: