15 junho 2018

Governo Sartori recorre à Justiça e nega medicamento para Aisha

Justiça derrubou liminar que obrigava Governo do Estado a fornecer medicação para Aisha. Governo recorreu da decisão e negou medicamentos para o tratamento da pequena (foto arquivo pessoal)
A família de Aisha Saldanha de Souza, 2 anos, que batalha para conseguir o tratamento para a enfermidade que aflige a pequena, sofreu um revés nos últimos dias. Depois de conseguir via judicial que o Governo do Estado repassasse as primeiras doses da medicação para o tratamento Spinraza-Nurinsen, o Governo conseguiu derrubar a decisão judicial.


A informação foi dada pelo avô da criança, Clésio Saldanha, à imprensa local nesta semana. Uma decisão absurda, partindo de um Governo que se torna impopular a cada mês que passa e que quer buscar a reeleição, mas nega expectativa de vida e saúde para uma inocente. Lamentável!


FESTA JUNINA - Acontecerá na tarde de 24 de junho, mais uma edição de Festa Junina beneficente em prol da Aisha. O evento será a partir das 16 horas, na Chácara do Kiko Lopes, na RS-630, após o Residencial Trilha. Nas atrações, fogueira, barracas com comidas típicas, brinquedos infláveis e baile com os grupos Kivanera e Estradão. A renda será revertida para a campanha em prol da Aisha. Haverá distribuição de quentão e pipoca grátis. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 15/06/2018 09h44
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Um comentário:

  1. Meu filho tem uma deficiência rara que não tem cura nasceu sem uma enzima que produz açúcar para o cérebro. Também estamos na justiça. Até agora eles só recorrem e não pagam a medicação. Eu tenho crohn faz 6 meses que não recebo medicamentos. Doença crônica sem cura intestinal está em atividade.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.