Conheça os cursos de Pós-graduação da Unopar em São Gabriel

Ofertas semana BCD São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Vestibular de Verão Uninter - CLIQUE AQUI PRA SE INSCREVER

Papo Reto no Caderno7

João Pedro Lemos
Colunista do blog

O avanço revela a diferença
Aos poucos vamos cedendo lugar a tecnologia e suas benesses. Hoje temos tratores autônomos, robôs operários, câmeras por toda a parte, rastreamento, que deveriam gerar mais segurança e conforto. E se de um lado avançamos, de outro, incoerentemente, retrocedemos porque a questão da distribuição da renda, cerne do problema continua. A falta de uma política de emprego no país, a falta de especialização vai distanciando ainda mais os pobres, dos donos do dinheiro, e isso não é papo socialista não, é fato preocupante.

Hoje o país tem mais de 12 milhões de desempregados, com a reforma da previdência  bem ai, enquanto os políticos ganham muito e tem inúmeros privilégios, e sequer se preocupam com seu verdadeiro papel, cuidar da organização social do país e representar anseios da população, aliás, geralmente votam contra seus eleitores.
No momento em que se tem uma política de emprego com determinações legais e claras, proporcionando o uso da máquina, mas racionalizando o trabalho humano, para que essa não tome seu lugar, no momento em que se reduz índices de impostos que servem somente para o desperdício e corrupção, metade do problema se resolveria. Quando se compara a distancia existente entre o salário do trabalhador normal com os de políticos, por exemplo, se vê o quanto à má distribuição da renda do país é uma realidade, na verdade, um grande problema social. Não que todos os salários tenham que ser iguais, absolutamente, mas que ao menos o salário proporcione condições de uma vida digna ao cidadão.
Por ai a fora se vê que, por mais que a tecnologia avance o sistema econômico do país tem que avançar também, até mesmo na segurança, porque a violência é uma realidade cotidiana e a insegurança só cresce, uma vez que a legislação está muito amena em relação ao crime.
Avançamos de um lado e só para um lado, porque infelizmente só se beneficia de tudo quem pode pagar um bom preço. Com um salário mínimo de envergonhar, só quem tem muito, aproveita bastante. Isso sem falar em educação e preparo do cidadão, entre outras...

Tecnologia e Democracia
Tenho acompanhado os avanços da área tecnológica, especialmente em monitoramento, aliás, a privacidade está praticamente liquidada. Antes até se podia ir para algum lugar e dizer, “aqui ninguém está me vendo”, com o advento do satélite isso acabou de vez, em qualquer lugar você será visto sim.
Bueno, no que isso ajuda? Simples, hoje podemos monitorar a atuação dos políticos que elegemos. Instantaneamente no Legislativo  podemos saber quem está, de quem participa e atua nas sessões e o que defende. Da mesma forma no Executivo se sabe os passos de quem dirige o país e pode-se sempre saber mais se quiser, tudo está sob os olhos do cidadão. O que quero dizer que isso aumenta a transparência na gestão política, aliás, com a internet, através dos portais de prestação de contas, houve avanços consideráveis de acesso do cidadão a gestão de seus representantes, especialmente com recursos públicos e no geral demos um pulo.
Mais do que nunca os cidadãos sabem como atuam seus parlamentares, tanto através da imprensa como de monitoramento, nesse sentido, isso faz a democracia avançar, porque o eleitor sabe como está agindo o seu representante, aquele que elegeu. Nada escapa aos olhos das câmeras e satélites.
Falar em tecnologia, assisti na TV uma reportagem a respeito de veículos controlados por impulsos cerebrais e pasmem, o que se via em filmes de ficção científica, está virando realidade.
Nesse ano entra no mercado a venda de tratores autômatos, isto é, tratores programados e controlados por GPS e computadores, sem necessidade de operadores, tratoristas. Daí para mais avanços será um pulinho. Diante dessa nova realidade, fica a pergunta. E a política de emprego para lidar com esses avanços, existe? Então hora de monitorar seus políticos, ditos representantes e cobrar, avança a democracia, mas a política social também precisa evoluir, senão de que adianta evoluir tanto se o ser humano não for prioridade! Sem evoluir socialmente, na pior das hipóteses vamos viver “O Exterminador do Futuro”...

A droga do consumismo
Analisando o grande índice de inadimplência do país e os detalhes onde esses índices se acumulam vê-se que é no consumismo que a maioria dos brasileiros se afunda em dívidas. O último lançamento da TV 4k, o celular de última geração, o carro de modelo novo. Todas as necessidades que o consumismo cria e obriga te fazer usufruir. Em consequência disso e pelo anseio de andar na moda e ter o último grito da tecnologia ou multimídia, lá se vão os brasileiros gastar mais do que ganham.
Claro que em termos de tecnologia alguns sistemas são necessários como whats, hoje todo mundo se comunica por este sistema, que acaba saindo mais em conta financeiramente, mas certos exageros acabam exterminando com qualquer contabilidade doméstica. É preciso ter muito cuidado na hora de comprar, afinal não podemos nos tornar escravos do “todo mundo tem” ou “todo mundo está usando” ou ainda “se todo mundo usa, também tenho que usar”, chaves do bom marketing. Determinando nossa vida por esse parâmetro, estaremos sempre no buraco.

O Brasileiro abandonado
Até hoje só ouvimos notícia tenebrosas do atual governo federal, não tem recursos para isso, vão acabar sem verbas para programa tal. Pôxa! Já estamos mal na saúde, educação e emprego, o que mais querem? Sempre disse que reformas sem lastro econômico, sistema de produção fortalecido, estaríamos fadados ao fracasso, e olha onde estamos chegando.
O Interessante é que o país sofre, mas continua com o índice de impostos gigantescos, gastos astronômicos com políticos e mordomias e tudo continua igual, além é claro do espetáculo de corrupção. Ai sobe a energia, os serviços, para que mais impostos sejam pagos, êta Brasil! E tudo continua na mesma passividade o brasileiro pagando conta sem se dar conta que um país quebrado no futuro, todos irão sofrer as consequências. Áh! Lembrem-se os deputados, senadores, Presidente que você escolher hoje, pode votar contra ti amanhã. Hora de acordar, LEVANTA BRASIL!

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: