Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

28 junho 2023

CENSO 2022 | São Gabriel e municípios da região tiveram confirmada perda populacional, segundo IBGE

São Gabriel perdeu cerca de 2 mil habitantes, de acordo com os resultados finais do Censo 2022, divulgados nesta quarta-feira pelo IBGE (foto arquivo C7)

Nesta quarta-feira (28), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados finais do Censo 2022, que revelam uma tendência de redução populacional nas cidades localizadas na metade Sul do Rio Grande do Sul. Enquanto isso, municípios situados no Vale do Taquari, na Serra, na Grande Porto Alegre e no litoral apresentaram crescimento em seus números demográficos. Essa migração de moradores está relacionada à busca por novas oportunidades em regiões mais desenvolvidas. 

A cidade de São Gabriel, por exemplo, teve uma perda de quase 2 mil habitantes nos últimos 12 anos. Segundo o Censo de 2022, o município contava com 60.425 habitantes em 2010, número que diminuiu para 58.487 atualmente. Outra cidade afetada é Rosário do Sul, que viu sua população diminuir de 39.707 para 36.630, perdendo quase 3 mil habitantes no período analisado. Já Vila Nova do Sul registrou uma queda de 4.221 para 3.863 habitantes.

Por outro lado, Santa Margarida do Sul apresentou crescimento, passando de 2.352 para 2.596 moradores. Caçapava do Sul também teve uma leve redução, passando de 33.690 para 32.515 habitantes. 

No entanto, a cidade de Santa Maria se destaca como a que mais cresceu, adicionando mais de 10 mil habitantes ao seu número populacional. De acordo com os dados, o município passou de 261.031 para 271.633 habitantes.

Por outro lado, Alegrete foi a cidade que mais perdeu habitantes, passando de 77.653 em 2010 para 72.409 em 2022, representando uma queda de quase 5 mil pessoas em sua população.

Sant'ana do Livramento apresentou crescimento, indo de 82.464 para 84.421 moradores no período analisado. Bagé também registrou um leve aumento, passando de 116.794 para 117.938 habitantes.

Os números também indicam uma diminuição na população de Cacequi, que passou de 13.676 para 11.157 habitantes, assim como Lavras do Sul, que viu seus números caírem de 7.679 para 7.157. Já Dom Pedrito teve uma redução populacional de 38.898 para 36.981 habitantes.

Esses dados evidenciam a migração de moradores das cidades da região central e de fronteira para áreas mais desenvolvidas, em busca de novas oportunidades. As perdas populacionais e os crescimentos observados em cada município destacam a dinâmica demográfica do estado do Rio Grande do Sul nos últimos anos.

Cerca de 15.132 habitantes foram perdidos nas cidades mencionadas.

Porcentagem de população perdida por município:
- São Gabriel: -3,24%
- Rosário do Sul: -7,51%
- Vila Nova do Sul: -8,61%
- Caçapava do Sul: -3,46%
- São Sepé: -10,66%
- Alegrete: -6,41%
- Cacequi: -18,29%
- Lavras do Sul: -6,76%
- Dom Pedrito: -5,06%

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 28/06/2023 15h53
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.