Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

29 março 2023

Caso Mirian Gelsdorf | Julgamento está em andamento no Fórum de São Gabriel

Julgamento de réu acusado pela morte de Miriam Gelsdorf ocorre desde a manhã desta quarta no Fórum local; Pedro Laureano da Fontoura (ao fundo) permaneceu em silêncio durante depoimentos (fotos Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

Começou na manhã desta quarta-feira (29) o julgamento de Pedro Laureano da Fontoura, 52 anos, pela morte de Mirian Gelsdorf, ocorrida em 30 de janeiro de 2021 no Bairro Pascotin, em São Gabriel. O júri teve na parte da manhã o sorteio dos jurados e o depoimento de testemunhas.

No final da tarde de terça-feira, protesto foi realizado por familiares e amigos da vítima

Presentes pediram justiça por Mirian, morta em 30 de janeiro de 2021 por Pedro Laureano

O réu acompanhou os depoimentos em silêncio e de cabeça baixa, no período em que a reportagem esteve no local e foi acompanhado por Defensora Pública. Na plateia, familiares de Mirian assistiam aos depoimentos como o pai da vítima e sua filha. Uma manifestação foi realizada no dia anterior na Praça Fernando Abbott, pedindo justiça no caso.

A sequência de depoimentos deverá continuar à tarde, assim como possivelmente a defesa de teses de defesa e acusação, que está a cargo da Promotora de Justiça Lisiane Villagrande Veríssimo da Fonseca. A sessão é presidida pela juíza de Direito e diretora do Fórum, Juliana Neves Capiotti. 

Há a expectativa de que o resultado possa sair ainda hoje. No final da tarde de segunda, amigos e familiares da vítima realizaram uma manifestação na Praça central, onde com faixas e cartazes pediam justiça. 

RELEMBRE O CASO
Na noite de 30 de janeiro de 2021, no Bairro Pascotin, Mirian Gelsdorf foi morta em sua residência na Rua Rafael Pascotin pelo ex-companheiro Pedro Laureano da Fontoura, na época com 50 anos. Ele fugiu na sequência e se apresentou dias após com advogado. O corpo foi encontrado por um dos filhos da vítima, com uma corda no pescoço, mas ficou comprovado que Pedro matou Miriam.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 29/03/2023 15h22
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.