Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

30 janeiro 2023

Caso Gabriel | Justiça Militar realizaria novas audiências em São Gabriel

Justiça Militar realiza novas audiências em São Gabriel nesta segunda e terça, dentro do processo que responsabiliza policiais militares pela morte de Gabriel Marques Cavalheiro (foto arquivo pessoal)

ATUALIZAÇÃO: Por motivos alheios à vontade da Justiça Militar, audiências acabaram adiadas. Leia matéria posterior no site

Nesta segunda e terça-feira, 30 e 31 de janeiro, é a vez da Justiça Militar realizar novas audiências no processo que julga policiais militares pela morte de Gabriel Marques Cavalheiro, 18 anos. As audiências deverão começar por volta do meio-dia no Fórum local e possivelmente, terá a presença dos réus.

Na última semana, tinham sido realizadas as audiências de instrução na Justiça comum. Os réus Raul Veras Pedroso, Arleu Cardoso Jacobsen e Cleber Renato de Lima estão passando por processo na JM que poderá levar a expulsão dos policiais dos quadros da Brigada Militar. 

A irmã de Gabriel, Soila Marques, tem reforçado nas redes sociais para que a comunidade não deixe cair no esquecimento. "Lutamos para que a justiça seja feita, não podemos nos calar e deixar cair no esquecimento a crueldade feita com meu irmão, que não merecia isso. Que eles paguem e estamos aqui, por mais difícil que seja, lutando por ele, meu irmão tem família, tem pai, mãe, vó, vô, irmãs, amigos", afirmou. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/01/2023 10h28
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.