Atuando como correspondente internacional nos EUA, Luciana Rosa, natural de São Gabriel, foi destaque da seção de perfis de profissionais no site Coletiva.net nesta sexta-feira (foto arquivo pessoal)

Nesta sexta-feira (7), o Portal Coletiva.net trouxe o perfil da jornalista e correspondente internacional freelancer Luciana Rosa, que está nos Estados Unidos e colabora com vários veículos. A profissional, que é natural de São Gabriel, está há mais de uma década morando no exterior e relata a busca de mudanças e realização de sonhos, que é viver no exterior.

Nascida em 17 de fevereiro de 1985 na Terra dos Marechais, Luciana tem vida nômade desde cedo, sendo que também morou em Vila Nova do Sul e Porto Alegre e lembrou da vida com os avós, Mário e Diva, já falecidos - ele um homem do campo e ela, costureira, que junto com os tios, a criaram. As lições da avó marcaram ela para a vida toda. "Ela dizia: 'Você tem que estudar, é a única herança que vamos deixar para você: a oportunidade de estudar, porque eu não a tive", conta a jornalista, reforçando que a avó nunca se alfabetizou.

De Porto Alegre, ela foi para Florianópolis, onde residiu por durante 14 anos e ao cursar História, mudou de rota e partiu para o Jornalismo. O interesse por ser correspondente internacional surgiu durante um intercâmbio em Buenos Aires, em 2010. Sua vida foi pontuada por persistências e tomou gosto pelos Estados Unidos quando passou férias em 2016 por lá. 

Ela levou uma lição dos tempos de faculdade para a vida profissional: "Jornalista tem que gastar a sola do sapato.", onde procura estar sempre circulando e ter uma vida social rica para descobrir boas histórias.  Por isso, sempre que possível, trabalha em bibliotecas ou cafés, frequenta exposições de Arte e festivais, caminha pela cidade. Em Nova Iorque, também participa de encontros semanais de um grupo feminista. 

O próximo objetivo pode ser a Europa, após cobrir as eleições de 2024 nos Estados Unidos. "Quem sabe, depois das eleições de 2024 nos EUA, eu não encaro uma Europa? É a continuação da dinâmica de plantador de arroz do meu bisavô", afirmou ela. Para ela, os sonhos não possuem prazo de validade nem estoque limitado.

Luciana colabora para vários veículos como C5N, Estadão, SBT, Terra, entre outros. A reportagem completa pode ser vista CLICANDO AQUI, no site Coletiva.net. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do site Coletiva.net 
Data: 08/10/2022 17h10
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.