Pela primeira vez na história, um governador foi reeleito no cargo no Rio Grande do Sul. O ex-governador Eduardo Leite (PSDB) quebrou o tabu político do Estado não reeleger governantes neste domingo (30), ao vencer por 57,12% (3.686.431 votos) seu adversário, o deputado federal Onyx Lorenzoni (PL), que obteve 42,88% (2.767.607 votos). 

Por pouco, Eduardo não ficou fora do segundo turno, quando ficou em 2º lugar, cerca de 2 mil votos à frente de Edegar Pretto (PT). Onyx tinha largado o 2º turno na frente, mas a união das oposições e o "apoio crítico" do PT gaúcho ajudaram o ex-governador a vencer o adversário, somado à postura crítica e por vezes polêmica de Onyx, que colou sua imagem a do presidente Jair Bolsonaro. 

Ex-vereador e Prefeito de Pelotas, Eduardo foi eleito em 2018, tendo como vice Ranolfo Vieira Júnior, à época no PTB e hoje no PSDB. Ele chegou a renunciar ao cargo para concorrer à presidência, mas foi derrotado nas prévias por João Doria, que acabaria "rifado" pelo partido, que apoiaria Simone Tebet. Então, decidiu concorrer novamente ao governo gaúcho, tendo Gabriel Souza (MDB) como vice. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/10/2022 20h33
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.