Avô de 49 anos foi condenado a 30 anos de cadeia por abuso sexual da neta de 7 (foto ilustrativa Freepik)

Um homem de 49 anos foi condenado pela Justiça de São Gabriel por abuso sexual da neta de 7 anos na época dos crimes. A pena foi dada pela Justiça de São Gabriel no final de junho. Segundo o Ministério Público do Rio Grande do Sul, o réu manteve conjunção carnal com a neta de sete anos durante os anos de 2019 e 2020. O crime foi cometido na casa do réu.

Conforme a investigação, o homem exercia a guarda da neta. Ele então se aproveitava da ingenuidade da criança e da própria condição de familiar próximo para atrair a pequena ao interior de seu quarto, com o argumento de que “iriam brincar”. Em seguida, a garotinha era despedida e utilizada para satisfazer sexualmente o agressor.

Os episódios, que ao serem revelados chocaram a opinião pública gabrielense, só pararam quando a menor contraiu uma doença venérea e precisou de internação hospitalar, em fevereiro de 2020. Na ocasião, a menina acabou revelando o seu drama a um familiar, que tratou de denunciar o caso às autoridades.

“Diante do aumento de denúncias pela prática de crimes de estupro de vulnerável constatado na comarca de São Gabriel, assim como em várias outras, é importante divulgar que esses processos resultam em severas condenações. No caso, o réu foi condenado a 30 anos de reclusão em regime inicial fechado pela prática de reiteradas condutas de estupro contra a própria neta. A sociedade, que fica abalada pela prática desses brutais crimes, merece ter conhecimento também de que eles não ficam impunes. Que contam com um olhar atento da polícia, do Ministério Público e do Judiciário”, destacou a promotora de Justiça, Marina da Silva Lameira.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do MPRS
Data: 14/07/2022 11h49 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.