Nesta segunda e terça-feira, circulou em perfis de atletas de padel e ligados à entidades do setor uma crítica a um suposto gesto que seria machista ocorrido após uma partida de padel por um torneio realizado no domingo (17), no Ace Paddle Clube, em São Gabriel. O atleta envolvido na questão, Nasser Ahamed, se manifestou e disse que foi uma brincadeira entre as atletas que já teriam amizade e que foi tirada do contexto, pedindo desculpas pelo ocorrido.

Segundo o informado por Tamara Cabreira, responsável pela assessoria do Ace Paddle Club, a questão foi uma brincadeira entre os atletas, que já tem certa amizade há tempo e que as provocações foram em clima de descontração. "A situação era uma brincadeira porque se conheciam há tempo, todo mundo se conhece, mas que foi tirada fora de contexto, não houve em momento algum algum desrespeito", afirmou ela. O fato, que aconteceu na semifinal de uma das categorias contra as atletas Júlia Petrarca e Mayra Mega, foi repercutido por canais de mídia de fora da cidade. 

Na noite de terça-feira, Nasser falou sobre o assunto nas suas redes sociais, onde, segundo ele, trataram-se apenas de brincadeiras e que foram de recíprocas de suas oponentes.

"Em respeito a todos, homens e mulheres, crianças, jovens e adultos, atletas padelistas, venho por intermédio deste esclarecer o ocorrido no torneio na cidade de São Gabriel-RS e que tomou surpreendente repercussão nas últimas horas.
Primeiramente, deixo claro que em nenhum momento tive o intuito de desrespeitar as atletas que lá estavam. Tenho por traço de personalidade ser extrovertido e, no caso do padel, não é diferente, tenho amigas que jogam comigo e estamos sempre brincando e provocando uns aos outros de maneira recíproca, sem que nunca isto tenha extrapolado o bom senso desportivo. Jamais exporia minha esposa, que é atleta de padel e estava presente na data, minhas amigas que lá estavam, minhas oponentes ou qualquer outra pessoa a uma atitude de hostilidade ou, como se tem falado, machista. Tal postura não condiz com minha educação, com minhas raízes e com meus princípios éticos. Ensinamentos estes, que me foram passados pelas grandes mulheres que tenho a sorte de ter em minha vida.
No referido evento, chegamos na fase decisiva na qual enfrentamos uma forte e respeitada dupla feminina. A partida transcorreu de forma justa e tranquila, as brincadeiras foram sempre recíprocas e jamais houve qualquer tipo de intimidação de minha parte às adversárias.
Por fim, registro através da presente nota, meu mais sincero pedido de desculpa pelo ocorrido e insisto que não houve de minha parte qualquer intenção machista ou de diminuir a luta feminina que tem todo o meu respeito e admiração."

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 20/07/2022 10h12 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.