Prefeitos da região se reuniram em Lavras na última sexta-feira para decidir ações e cobrança ao Governo do Estado pela RS-473, que liga São Gabriel a Bagé e atende Lavras também (foto divulgação)

Uma reunião realizada na última sexta-feira (1º) entre prefeitos da região no Sindicato Rural de Lavras do Sul, buscou tratar das condições da RS-473, que liga São Gabriel a Bagé e também atende Lavras do Sul e que passa por péssimas condições do momento. Os municípios decidiram cobrar ações do Governo do Estado, além de estudar um convênio para a manutenção da estrada, que também é um dos principais corredores de escoamento da safra e que está ameaçada pelas condições precárias da rodovia.

O prefeito Lucas Menezes, de São Gabriel, participou do encontro com o prefeito lavrense Sávio Johnston Prestes (PDT), que tem também o apoio do prefeito bageense Divaldo Lara (PL) e o prefeito de Dom Pedrito, Mario Augusto Gonçalves (Progressistas).  O anfitrião do encontro e um de seus articuladores foi o presidente do Sindicato Rural lavrense, Francisco de Assis Abascal.

Na próxima semana, um diretor  do DAER participará de novo encontro com os prefeitos, para conversar com a comunidade regional e apresentar um plano de trabalho satisfatório que resolva o grave problema de conservação da rodovia.

"Também queremos saber sobre o andamento das obras do asfaltamento dos 21 km contratados pelo estado, que estão em ritmo muito lento", ressalta o prefeito Sávio, autor de uma proposta de parceria entre Municipios e DAER como forma de ajudar inicialmente na solução do problema, com a colocação de máquinas dos mesmos na estrada. 

"Estamos apoiando firmemente essa mobilização, e estamos comprometidos em buscar resultados e fazer também a nossa parte. Nós propomos a ser parceiros do Estado, mas é preciso que seja tomada uma providência efetiva, porque a Comunidade regional cobra e merece atenção e respeito", salienta o prefeito Lucas Menezes.

A obra de pavimentação do trecho entre Bagé e Lavras do Sul é uma demanda de décadas e foi reiniciada duas vezes, uma no Governo de Tarso Genro e a outra no Governo Eduardo Leite, o que não foi concluído até agora devido às sucessivas paralisações da obra por conta das chuvas e o maquinário sucateado. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da Prefeitura de São Gabriel 
Data: 04/07/2022 16h05 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.