Em uma atuação de gala, São Gabriel foi aguerrido e venceu o líder Santa Cruz por 2 a 1 na última partida em casa, antes do final da primeira fase e se coloca como candidato à vaga (fotos Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

Em uma grande atuação, o Esporte Clube São Gabriel venceu o Santa Cruz por 2 a 1 na noite desta quarta (8), no Estádio Municipal e entrou definitivamente na briga por uma das vagas às quartas-de-final do Campeonato Gaúcho da Divisão de Acesso 2022. Apesar de excessos da arbitragem, o time de Gustavo Papa fez a sua parte e venceu a última partida em casa, fazendo do jogo contra o Inter-SM no próximo domingo uma decisão para o caminho das quartas-de-final da competição.

O São Gabriel começou bem o jogo, marcando a saída de bola do Santa Cruz, já classificado para as quartas, mas que queria estragar a festa dos donos da casa. Com a marcação em ordem, o Sanga chegou ao gol aos 27 minutos, quando Negueba recebeu livre às costas da zaga e não sendo "fome", fez o serviço para Denilson, que colocou para o fundo das redes: 1 a 0. 

Após blitz de pressão em cima do adversário, o Sanga abriu o placar com Denilson (e), que recebeu de Negueba e chutou com o gol aberto, vencendo Bruno Grassi

Segundo gol foi um gol de placa, onde Thalles disparou no ataque, se livrou da zaga e driblou Bruno Grassi...

...para explosão do torcedor gabrielense e os olhos incrédulos dos reservas do Santa Cruz: 2 a 0, correndo pro abraço dos colegas e da torcida

O lance de mais risco do Galo foi com Wallan Luan, aos 33 minutos, mas bateu na rede pelo lado de fora. O Santa Cruz mudou para ir ao ataque, mas não conseguia superar o Sanga, que aos 8 minutos, em jogada brilhante, Thalles saiu livre em velocidade e driblou Bruno Grassi para fazer o segundo. 

William Campos subiu a linha de ataque do time, ao por Nena em campo e acabou pressionando o Sanga. Aos 33 minutos, em cobrança de escanteio, Nena descontou para o Galo: 2 a 1. Após isso, o São Gabriel voltou a bombardear o Santa Cruz e podia ter feito até quatro gols, com duas chances perdidas do ataque do Sanga, uma delas sem goleiro. 

São Gabriel pressionou ainda mais no final e podia ter feito mais dois, e também segurou o desespero do adversário

Mesmo com o excesso de acréscimos dado pelo árbitro Tiago Classen - que foi até os 53 minutos, deixando o torcedor "tenso, muito tenso" como diria Magro Borin, o São Gabriel se segurou e garantiu uma vitória importante em casa e pelo menos, dorme nesta noite dentro do G4. 

Agora, o Sanga terá o clássico regional contra o Inter de Santa Maria neste domingo (12), que pode definir se o tricolor cumpre sua missão na Divisão de Acesso 2022 ou recebe o prêmio de passar às quartas-de-final e ir longe nesta reconstrução promovida pela diretoria liderada por Arthur de Barros e Max Lara, com o apoio da torcida gabrielense, que trouxe a maior lotação em uma partida noturna do time. A torcida deverá ser mobilizar para a decisão, que está marcada para às 15 horas (horário de toda a última rodada), no Estádio Presidente Vargas, em Santa Maria.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 08/06/2022 22h08 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.