Moradores da Presidente Vargas denunciam que cão comunitário foi gravemente ferido ao ser retirado de residência; ele está em veterinário, correndo risco de morte (fotos divulgação)

Um cão comunitário foi gravemente ferido ao ser retirado de um pátio de uma residência na Avenida Presidente Vargas, nesta segunda-feira (16), gerando revolta de protetores e da comunidade nas redes sociais. O animal, que está sob os cuidados do veterinário Gilberto Pradier, corre risco de morte. Moradores do local relataram o caso ao site.

O cão, que é comunitário e alimentado pelos moradores da região, teria sido retirado pelo proprietário de uma residência na avenida, e neste momento, ele sofreu graves ferimentos nas costas, com ruptura severa da pele e cortes profundos. Ele foi levado para a Clínica São Francisco e segundo informações de moradores, a Polícia teria sido acionada e não comparecido no local. 

O animal corre risco de morte. Protetores cobram ação das autoridades para casos de maus tratos, visto que existe a Lei Sansão, que pune com até cinco anos de prisão estes crimes. 

Confira imagens do que ocorreu (AVISO: IMAGENS FORTES)






Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 16/05/2022 21h54 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.