Fórum teve etapa em São Gabriel e debateu questões e rumos da segurança pública no Estado (fotos Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

Com realização de entidades de classe que representam os servidores da segurança pública, São Gabriel foi sede do Fórum da Segurança Pública - Nossos Rumos, realizado na manhã desta quarta (13), no plenário da Câmara de Vereadores. O evento, organizado pela ABAMF - Associação Beneficente Antônio Mendes Filho dos Servidores de Nível Médio da Brigada Militar, com apoio da Associação dos Sargentos Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar – ASSTBM e da UGEIRM-Sindicato, visou debater os problemas que as categorias passam e uma forma de se reorganizar e cobrar do governo gaúcho melhoras desta questão.

Evento teve várias palestras e participação de autoridades e convidados que falaram sobre o tema, na manhã desta quarta no Plenário da Câmara de Vereadores

Presidente da ABAMF, José Clemente, salienta os prejuízos que a segurança e o serviço público vem tendo com decisões equivocadas dos governos no RS

Presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, salienta que a segurança pública não parou durante a pandemia e sofreu perdas para a covid-19

Dentro desta ideia, o evento também debateu as consequências do desgaste das carreiras e sucessivas retiradas de direitos de policiais militares e civis. O presidente da ABAMF, José Clemente da Silva Corrêa, salientou que o momento é grave para a segurança pública. "Essa ação é um objetivo de descentralizar as atividades político-classista para o interior, fazendo com que os agentes da segurança pública, familiares e a comunidade pudessem tomar conhecimento da grave situação que a segurança pública passa no Rio Grande do Sul, com perda de direitos, valorização, estrutura, causando vários prejuízos para policiais e bombeiros militares, gerando perda da qualidade do serviço público", afirmou. 

O evento teve palestras do presidente da ASSTBM, Aparício Santellano; Isaac Ortiz, presidente da UGEIRM-Sindicato; José Clemente, presidente da ABAMF; Diego Freitas, da ACAS/BM São Gabriel; a psicóloga Andrea Chalita e o advogado Romeu Karnikoski, sobre vários temas de interesse da segurança pública, principalmente na questão de direitos e saúde. 

Clemente finalizou dizendo que estes encontros serão frequentes para que se possa fazer uma avaliação dos rumos da categoria, formando reivindicações e cobranças que serão necessárias neste ano, que terá eleições. "Vamos estar preparados para ouvir as propostas e cobrar melhores condições para a segurança pública, que precisa ser revalorizada em nosso Estado", finalizou. O presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, mais uma vez chamou a atenção para o fato de que a segurança pública não parou durante a pandemia de covid-19, sofrendo perdas de servidores e muitos deles também levaram o vírus para suas famílias. 

Clemente destacou que encontros servirão para tomar decisões e decidir rumos da segurança, aproveitando o ano eleitoral para também ouvir pretendentes ao governo e cobrar ações

Participantes receberam certificado ao final do evento, no fim da manhã

Estiveram presentes policiais civis, militares, representantes das associações de classe, o presidente da OAB Subseção São Gabriel Miguel Neme Kodayssi, o Secretário de Segurança Pública Vitor Teixeira e os vereadores Moisés Marques (PL) e Írio Trindade Rodrigues (PDT), representando o Legislativo. Confira a entrevista de Clemente ao portal Caderno7 no vídeo abaixo:


Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 13/04/2022 16h07 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.