Cena comum em enchentes, as águas estão na metade do pilar de sustentação do monumento a Iemanjá, no Bairro Mato Grosso; Defesa Civil está de sobreaviso (fotos Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

Em menos de 24 horas, São Gabriel contabilizou 125,4 milímetros de chuva. Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a precipitação pluviométrica representou 74,64% do normal para 30 dias. A média de chuvas para todo o mês de abril, nos últimos cinco anos, é de 168 milímetros e, até agora, o acumulado para o período chega 222,6 milímetros. O nível do Vacacaí já é alto e até o final da manhã de quarta, a passagem para o Bairro Bom Fim ainda era possível.

O extensionista-chefe do Escritório Municipal da EMATER, Guilherme Coradini, informou que, em comunidades do interior, houve relatos de chuvas de até 170 milímetros. Desde segunda-feira (25), o Inmet tem advertido para riscos de tempestades, chuvas intensas, ventania e até queda de granizo em algumas regiões do Estado. Nesta quarta-feira (27), aumenta a probabilidade para tempestades na região centro, algumas potencialmente fortes a severas com riscos de mais danos.

Poucos dias de chuva já elevaram nível do rio e bairros atendidos por ele já tem inundações

Em São Gabriel, a Defesa Civil - coordenada pela Secretaria Municipal de Segurança e Cidadania - colocou equipes de sobreaviso. Durante a terça-feira, profissionais do setor operacional da Secretaria de Obras atuaram na desobstrução de bueiros, bocas de lobos e corrégos.

No Bairro Élbio Vargas, os próprios vizinhos divulgaram fotos denunciando um morador que obstruiu uma boca de lobo entre as ruas São José e São Nicolau. A ação dele impediu a vazão da água da chuva, causando alagamento nas vias e interior de residências.

Em outros bairros, a exemplo do registrado nas regiões do São Bento e São Clemente, a grande quantidade de lixo descartado irregularmente dentro das sangas, provocou alagamentos e a invasão da água em residências. Com a previsão de chuva até o final de semana, a Defesa Civil está disponibilizando um número exclusivo para chamados de urgência: 99608-4936.

"Temos alertas de chuvas, mas não são grandes volumes previstos, cerca de 60 mm até quinta feira. Mas nunca sabemos realmente o quanto vai chover.  Por isso, manteremos as equipes em prontidão e preparadas para o atendimento à população", ressaltou o Coordenador da Defesa Civil Municipal e secretário de Segurança e Cidadania, Vitor Teixeira.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 27/04/2022 16h08
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.