Chacina vitimou gabrielense que morava e trabalhava em Curitiba há mais de uma década (foto Plantão 190)

Um gabrielense foi vítima de uma chacina causada por discussão entre vizinhos no bairro Tatuquara, em Curitiba, capital do Paraná, na noite do último domingo (6). Residente e trabalhador na cidade há cerca de uma década, Paulo Rogério dos Santos Pouzada (Bigode), estava entre as vítimas - quatro pessoas ao todo foram mortas - que foram fuziladas por criminosos que chegaram em um veículo Agile. As motivações do crime ainda estão sendo investigadas pela Polícia Civil do Paraná.

Segundo informações de portais paranaenses, quatro homens estariam discutindo em frente a uma casa na Rua Antônio Zanon, na Comunidade da Britânia, quando o Agile com cinco ocupantes chegou no local e efetuou disparos de vários calibres contra as vítimas - segundo a delegada Aline Manzatto, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba, foram mais de 50 disparos de fuzil - entre eles Paulo Rogério. A identificação de Pozada foi informada pelo canal UP TV.

A discussão teria sido por um atrito entre vizinhos por disputa de terrenos. A Polícia investiga o caso, mas acredita que as vítimas estariam na chamada "hora errada" no local, pois a motivação para a chacina ainda é desconhecida. O veículo usado no crime foi encontrado incendiado no bairro Campo de Santana, nas proximidades. 

Pozada era considerado pelos vizinhos um trabalhador e pessoa exemplar. Ele foi sepultado em São Gabriel no começo da noite de quarta-feira no Cemitério local. À família, nossos sentimentos. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações dos sites Banda B, Plantão 190 e Rádio Poderosa 
Data: 10/03/2022 09h30
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.