02 novembro 2021

Morre gabrielense que foi prefeito de Montenegro

Luiz Américo Aldana, conhecido como "Paraguaio" e que era natural de São Gabriel, morreu neste domingo em Montenegro, onde foi prefeito (foto divulgação)

Morreu vítima de um infarto, no último domingo, 31 de outubro, aos 63 anos, o ex-prefeito de Montenegro Luiz Américo Alves Aldana, conhecido como Paraguaio e que era natural de São Gabriel. Ele estava em visita aos familiares em Montenegro quando passou mal e faleceu. Aldana foi velado em Montenegro e cremado em Novo Hamburgo. 

Aldana estava atualmente morando em São Roque de Minas, no estado de Minas Gerais, onde era titular de um cartório e foi prefeito de Montenegro entre 2015 e 2017, tendo sido eleito vice de Paulo Azeredo e com o titular cassado, assumiu a Prefeitura, sendo reeleito em 2016; porém, em agosto de 2017, também foi cassado pela Câmara de Vereadores. Se estabeleceu em Montenegro no ano de 1973, onde constituiu vida profissional e família.

Ele era conhecido como "Paraguaio", apelido que herdou do pai, Narciso Aldana, lembrou o jornalista Odilon Ramos. Também em 2017 Aldana tinha sido afastado pela Justiça durante a Operação Ibiaçá. Tentou voltar ao cargo através de recurso e buscando anular o processo de impeachment, mas não obteve êxito. Em seu lugar assumiu o vice-prefeito da época, Carlos Eduardo Müller, o Kadu. 

Desde então, Aldana vinha trabalhando no cartório em São Roque (MG), onde passou em primeiro lugar no concurso público em 2012 para os delegatários de serviços notariais e de registro de cartórios mineiros. Também era conhecido por atuação na música, como cantor e compositor. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 02/11/2021 16h23 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.