Se a pandemia te atrapalhou, o REFIS te regulariza! Prefeitura de São Gabriel

Assine 200 mega por 99,00 e leve mais 30 mega por 1 pila! CLIQUE AQUI

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Clínica Imuniza - Muito mais do que vacinar, cuidar do seu bem estar - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

O Sicredi Essência faz mais por você!

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

12 agosto 2021

Há 20 anos, o São Gabriel Futebol Clube subia à Primeira Divisão


Às vésperas do início da Divisão de Acesso deste ano após a interrupção devido à pandemia, este 12 de agosto de 2021 se completam 20 anos do acesso histórico do antigo São Gabriel Futebol Clube ao Gauchão da Primeira Divisão. Em um dos campeonatos mais disputados já vistos, o São Gabriel, treinado por Cedenir Machado empatou em Santa Maria contra o Internacional e conquistou o vice-campeonato e a segunda vaga para a elite do futebol gaúcho no ano seguinte.

A equipe, que tinha nomes como Goico, Darzone, Iraqui, Alê Menezes, Márcio Ferreira e Canhão, foi à Santa Maria decidir uma das duas vagas. No Estádio Presidente Vargas naquela tarde de domingo, mais de mil gabrielenses foram prestigiar e torcer pelo multicolorido, presidido por Roque Hermes e que tinha como técnico, Cedenir Machado, que jogou com Felipão na época de Caxias.

O São Gabriel chegou à fase final credenciado por uma grande campanha naquele ano, eliminando equipes tradicionais como o Guarany de Bagé (onde um empate inédito na segunda fase forçou a realização de mais duas partidas extras, vencida pelo São Gabriel em casa após empate no Estrela D'Alva), Glória de Vacaria e Brasil de Pelotas. 

O São Gabriel jogava pelo empate ou vitória para subir à Primeira Divisão e ao Inter, só a vitória interessava. O jogo foi encardido, sendo que o Interzinho teve um jogador expulso na primeira etapa e mesmo assim, saiu na frente aos 20 minutos do segundo tempo, com Fábio Júnior. Mas o técnico Cedenir coloca o jogador Canhão, e aos 30 minutos do segundo tempo, em uma jogada pelo lado direito da área, a bola sobra para Canhão que desvia do goleiro Palmielli e marca o gol que cala o Presidente Vargas e incendeia a torcida gabrielense: 1 a 1. Resultado este que classificou o São Gabriel para a Primeira Divisão. 

Naquele domingo, a Praça ficou lotada para receber os heróis do acesso. O São Gabriel FC ficou por 4 anos consecutivos na elite do Gauchão onde decidiu em 2002 a final do interior com o Guarani de Venâncio. Disputou Brasileirão da Série D e Copa do Brasil e foi rebaixado em 2005, encerrando as suas atividades em 2009. Alguns nomes do Sanga no Acesso de 2001: Goico, Alex, Itaqui, Jaguarão, Darzone, Alê Menezes, Júlio César, Testa, Ivanildo, Canhão e Márcio Ferreira. 

E neste domingo, o Esporte Clube São Gabriel, que está atuante desde 2013, vai dar a largada para quem sabe, realizar um novo sonho dos torcedores gabrielenses de ver um clube na primeira divisão do futebol gaúcho, às 11h, contra o mesmo Internacional de Santa Maria. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 12/08/2021 15h10
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.