Se a pandemia te atrapalhou, o REFIS te regulariza! Prefeitura de São Gabriel

Assine 200 mega por 99,00 e leve mais 30 mega por 1 pila! CLIQUE AQUI

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Clínica Imuniza - Muito mais do que vacinar, cuidar do seu bem estar - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

O Sicredi Essência faz mais por você!

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

27 julho 2021

Prefeito de São Gabriel adere à defesa do voto impresso auditável

Rossano Gonçalves defende a adoção do voto impresso auditável para a próxima eleição, em 2022 (foto reprodução/TV Pampa)

A bandeira do voto impresso auditável, que vem ganhando corpo entre os apoiadores do Presidente Jair Bolsonaro (sem partido), tem mais um defensor: o Prefeito de São Gabriel, Rossano Gonçalves (PL). A afirmação foi feita no programa "Pampa Debates", onde ele participou na segunda-feira, 26 de julho. Rossano alega que essa forma garantiria uma maior "segurança da votação". "Se tem desconfiança, conta os votos físicos", argumenta. 

“Qual é o problema de implantar urnas de terceira geração que permitem a impressão do comprovante para ficar guardado na Justiça Eleitoral, para conferência manual no caso de alguma suspeita de irregularidade? Não deveria ser do interesse da nossa democracia a maior facilidade possível para verificação?”, indagou. A bandeira também foi defendida pelo deputado estadual Luciano Zucco (PSL), presente ao programa apresentado pelo jornalista e vice-presidente da Rede Pampa, Paulo Sérgio Pinto. 

Na ocasião, o Prefeito também criticou o programa de premiação dos municípios para incentivo à vacinação da covid-19, promovido pelo Governo do Estado, também alegando que os municípios é que tem trabalhado intensamente para garantir a vacinação de seus moradores contra o coronavírus e que o Estado não faz mais do que sua obrigação. 

A defesa do voto impresso auditável vem sendo adotada pelo presidente Jair Bolsonaro, que questiona a eficácia do voto eletrônico mas não apresenta provas sobre supostas fraudes ocorridas, tendo aumentado mais por conta de que seu adversário, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), voltou ao jogo político após a anulação de suas condenações. Curiosamente, Bolsonaro foi eleito das sete vezes, cinco com o uso do sistema que critica e alega fraude. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comprova que a urna eletrônica é um sistema seguro e livre de fraudes. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 27/07/2021 20h19 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.