19 julho 2021

Após aprovação do MEC, Urcamp passa a oferecer Direito EAD


Com um histórico pautado por 51 anos de tradição, o Direito da Urcamp acaba de dar um salto histórico. Isso porque o Ministério da Educação (MEC) aprovou com que o curso passe a ser ofertado, também, no formato EAD. Para isso, a instituição precisou ser submetida a uma visita técnica, nos dias 8 e 9 de julho, realizada de forma virtual, por dois avaliadores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), autarquia federal ligada ao MEC. E, numa escala de 1 a 5, o Direito da Urcamp recebeu nota 4, o que viabiliza o oferecimento do EAD.

Agora, conforme a pró-reitora de Ensino da Urcamp, Virgínia Dreux, a instituição fica no aguardo pela publicação da portaria por parte do Inep. Assim que o trâmite for cumprido, o Direito EAD poderá ser ofertado definitivamente. E, a expectativa da instituição é que isso aconteça já no segundo semestre de 2021, com polos em todos os campus já existentes.

Critérios destacados
Para obtenção do resultado final, foram avaliados vários critérios específicos. Dentro desse contexto, foram levados em conta: organização didático-pedagógica do curso; corpo docente e tutores; infraestrutura física da Urcamp. E, segundo relatório emitido pelos avaliadores do Inep, um dos aspectos que recebeu nota 5 diz respeito a experiência profissional que os professores do curso de Direito possuem fora da atividade docência.

Outro ponto elogiado pelos avaliadores diz respeito ao acesso oferecido pela instituição aos equipamentos de informática. Um exemplo prático disso foram os chromebooks, disponibilizados aos estudantes que não possuíam computador, a fim de que pudessem assistir as aulas, que foram virtualizadas, em razão do cenário de pandemia. A avaliação destacou, ainda, a interação entre os alunos com os professores e tutores, por meio das ferramentas de comunicação que o curso utilizará assim que estiver a pleno funcionamento.

Um marco histórico do ensino jurídico
Em razão da pandemia, a avaliação teve a particularidade de ter sido realizada em forma de virtual. Virgínia relata que os avaliadores puderam acessar as instalações da Urcamp por meio de uma câmera de geolocalização online. Com isso, tornou-se viável com que eles conhecessem os espaços e, na íntegra, fizessem suas perguntas aos chefes de setor e ao coordenador do curso de Direito, Heron Vaz.
Nisso, foram avaliados toda a documentação da Urcamp, instalações físicas, corpo docente, tutores. “Recebemos na tarde desta quarta-feira (14) a notícia para autorização do funcionamento do curso de Direito EAD em Bagé em todos os campus. Estamos muito felizes, pois houve uma grande preparação para essa visita, que aconteceu de forma virtual. Assim que tivermos a portaria em mãos, emitida pelo Inep, vamos poder oferecer, e esperamos que seja ainda no segundo semestre”, enfatiza Virgínia.

Para o coordenador do Direito, Heron Vaz, o oferecimento do EAD representa uma democratização do ensino jurídico. “Estamos vivendo um momento especial, com a autorização do curso de Direito EAD. Somos uma das instituições pioneiras do Rio Grande do Sul a conseguir essa autorização. Isso representa uma democratização do ensino jurídico, porque permitirá acesso às pessoas que não conseguiam, seja por questões financeiras ou pela distância dos campus da Urcamp. Agora, conseguirão realizar o sonho de fazer o curso de Direito”, argumenta.

Na concepção de Vaz, o formato EAD reforçará ainda mais o trabalho e papel que são desempenhados pelo Direito da Urcamp, que acumula 51 anos de contribuição para a sociedade. “O curso de Direito EAD surge como uma matriz curricular enxuta, inovadora, impactante, com o objetivo de formar um profissional do Direito que seja ético, que tenha todas as competências e habilidades exigidas no mercado que tanto a coordenação quanto os professores acreditam muito”, conclui.

A reitora da Urcamp, Lia Maria Herzer Quintana, demonstrou satisfação com a avaliação, destacando que trata-se de uma resposta a um esforço coletivo de cada colaborador da Instituição. “Cada vez mais se justifica que nosso trabalho conjunto, de todos em prol de um objetivo, traz resultados positivos. E isso ocorre mais uma vez. É uma nota máxima, na nossa avaliação, com a certeza de que garantiremos um ensino de qualidade, como sempre ofertamos”, disse.

Reportagem: Yuri Cougo/Especial C7
Data: 19/07/2021 12h22 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.