29 maio 2021

Ministério da Saúde anuncia vacinação da população de 18 a 59 anos junto com prioritários

Ministério da Saúde emitiu nesta sexta-feira nota técnica liberando vacina de população de 18 a 59 anos fora dos grupos prioritários (foto ilustrativa/Freepik)

Com informações da Folha

Nesta sexta-feira (28), o Ministério da Saúde anunciou em nota técnica que a população fora dos grupos prioritários de vacinação contra a covid-19 poderá receber as vacinas após os trabalhadores da educação no País. Com isso, estados e municípios podem vacinar pessoas de 18 a 59 anos sem comorbidades e em ordem de faixa etária. 

A abertura dada pela pasta para que cidades iniciem a vacinação da população em geral, fora dos grupos prioritários, foi aprovada em reunião do ministério com secretários estaduais e municipais de Saúde. O documento desta sexta oficializa essas mudanças e, ao mesmo tempo, tenta organizar a vacinação dos professores e demais funcionários de redes de ensino.

Doses de vacinas a trabalhadores da educação já vinham sendo oferecidas em alguns estados e municípios, mas ainda não havia uma orientação nacional sobre o tema para completar essa estratégia em todo o país.

Em São Gabriel, a Prefeitura iniciou a vacinação dos profissionais da educação na quinta-feira (27), pelos professores e funcionários da educação infantil pública e privada. A vacinação da população sem comorbidades poderá ocorrer paralelamente com os grupos prioritários. 

O ministério não informou, porém, qual a previsão do término da vacinação dos grupos prioritários ou se haverá uma recomendação mais específica sobre como intercalar a vacinação desses grupos com o início da oferta de doses à população geral.

Como era a previsão anterior
Vacinação de grupos prioritários, seguindo a ordem do plano nacional de vacinação. Terminada essa etapa, iniciar a vacinação da população geral de 18 a 59 anos, por critérios de faixa etária

Como ficará agora
Estados e municípios que tiverem concluído a vacinação de pessoas com doenças preexistentes, pessoas com deficiência, população em situação de rua, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade (grupos atuais a quem a vacinação é recomendada) e também a imunização professores e demais trabalhadores da educação (próximos da lista) podem optar iniciar a oferta de doses à população geral, ao mesmo tempo em que devem reservar doses para os demais grupos prioritários

Próximos grupos prioritários
A iniciar a vacinação (ou concluir, a depender de cada local):
Trabalhadores da Educação do Ensino Básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA) - 2.707.200 pessoas
Trabalhadores da Educação do Ensino Superior - 719.818 pessoas

Após esse grupo:
Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas - 969.142 pessoas*
Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros - 678.264 pessoas
Trabalhadores de Transporte Metroviário e Ferroviário - 73.504 pessoas
Trabalhadores de Transporte Aéreo - 116.529 pessoas*
Trabalhadores de Transporte de Aquaviário -41.515 pessoas*
Caminhoneiros - 1.241.061 pessoas
Trabalhadores da indústria e construção civil - 5.323.291 pessoas
Trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos - 227.567 pessoas
*Obs. Forças de segurança, trabalhadores do transporte aéreo e trabalhadores do transporte de aquaviário foram antecipados e já tiveram parte das doses enviadas para vacinação, mas ainda precisam ter vacinação concluída em alguns locais

Outras orientações
Vacinação da população em geral deve ocorrer por ordem decrescente de idade (59 a 55 anos, 54 a 50, etc...)

Vacinação de trabalhadores da educação deve ocorrer na seguinte ordem:
* creches
* pré-escolas
* ensino fundamental
* ensino médio, profissionalizantes e EJA
* ensino superior

Fonte: Nota técnica Nº 717/2021-CGPNI/DEIDT/SVS/MS; Plano nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 29/05/2021 12h46
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.