12 março 2021

Rosário do Sul: Professor Eviliano Madruga morre vítima de covid-19

Carlos Eviliano Vargas Madruga, 53 anos, foi mais uma vítima do coronavírus em Rosário do Sul (foto arquivo pessoal)

O covid-19 faz mais uma vítima conhecida no meio da educação e esporte na região. O professor Carlos Eviliano Vargas Madruga, 53 anos, morreu vítima de coronavírus na manhã desta sexta-feira, 12 de março, após muitos dias internado no Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora, onde estava em tratamento. 

Eviliano, nascido em 2 de junho de 1967, teve sua vida marcada pelo esporte, seja como atleta, treinador ou professor de Educação Física, durante seus 30 anos de carreira, formando centenas de alunos que seguiram seus passos, como educador. Ele se formou em Educação Física no ano de 1990, pela Urcamp Campus Bagé. Atuou nas escolas municipal Oliveiro Thaddeo e estaduais Carolina Argemi Vazquez (CIEP), Emília da Silva Prates e Plácido de Castro.

Como atleta foi goleiro do futebol e do futsal da cidade, atuado por várias equipes dentre elas a Ponte Preta, Rio Branco, Guarani e no Grêmio Esportivo Municipal, este último por vários anos adquirindo diversos prêmios e títulos como principal goleiro da cidade. Atuou como goleiro na época de ouro dos Juniores da extinta Associação Rosário de Futebol (ARF), onde atuou também como preparador físico do time profissional. Também foi campeão no Futsal inclusive pela equipe do Clube Comercial nos anos 90.

Como técnico atuou por cerca de 10 anos treinando o time da Associação Rosário de Esportes (ARE), com times Sub 15 e Sub 17 no Estadual, revelando vários jogadores. Na mesma ARE treinou o time de Futsal na Série Ouro do Futsal Gaúcho, chegando na temporada de 2019 nas oitavas de final. No departamento de Handebol foi treinador da ARE no Estadual de Hand Beach com times masculino e feminino. Também conquistou prêmios nos antigos “Jogos de Verão” promovidos pela RBS TV, nos Jogos do SESC e outras competições de areia.

Com seus alunos conquistou títulos estaduais de handebol pelos JERGS com a escola Plácido de Castro e era um ícone em disciplina, camaradagem e tinha grande capacidade de transmitir aos seus alunos os ensinamentos para a prática, assim como passava a seus jogadores de futebol todo o conhecimento acumulado ao longo dos anos também como jogador. Lecionava nos últimos anos na escola Plácido de Castro, educandário onde acumulou dezenas de títulos como professor e treinador de equipes inclusive no JIMP, promovido pela escola.

A comunidade rosariense externou seu pesar pelas redes sociais. Uma carreata de desportistas e alunos está programada para esta tarde de sexta, em sua despedida. Era gremista apaixonado, deixa esposa e um casal de filhos. É a segunda grande perda em Rosário nos últimos dias. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da Gazeta de Rosário 
Data: 12/03/2021 14h24
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.