Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

19 janeiro 2021

São Gabriel registra primeira prisão em flagrante por maus tratos a animal

Homem de 37 anos foi preso em flagrante ao ferir cachorro no Bairro São Gregório; prisão foi a primeira pela nova lei de maus tratos, que prevê penas mais severas contra quem maltratar animais (foto divulgação BM)

São Gabriel registrou na noite de segunda-feira (18) a primeira prisão em flagrante pela nova lei que combate com mais rigor os maus tratos a animais. Um homem de 37 anos foi preso pela Brigada Militar por ferir um cachorro com uma foice, no Bairro São Gregório, por volta das 20h40. 

O fato aconteceu na Rua Nery Bittencourt, onde a BM foi acionada pela sala de operações para atender a ocorrência e os policiais encontraram o bichinho com um corte em uma das patas e realizaram buscas nas proximidades.

O autor, que trafegava em uma carroça, foi abordado e preso. Essa foi a primeira prisão por esse tipo de crime no município, com base na nova lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, em outubro. 

A nova lei sancionada pelo presidente da República está em vigor e aumenta a punição para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais. Conforme a proposição, agora, a prática terá como punição a pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e a proibição de guarda. 

A legislação abrange animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, incluindo cães e gatos, que acabam sendo os animais domésticos mais comuns e as principais vítimas desse tipo de crime. A lei também prevê punição a estabelecimentos comerciais e rurais que facilitarem o crime contra animais.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 19/01/2021 08h58
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.