Se a pandemia te atrapalhou, o REFIS te regulariza! Prefeitura de São Gabriel

Assine New Life Fibra - fibra óptica de qualidade para você!

Bariani Estética Automotiva - em novo endereço

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

Sicredi-Faz-Mais-setembro.gif

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

09 novembro 2020

Prefeito em exercício recebe lideranças de grupo que ocupa na área no Santa Izabel

Prefeito em exercício, Marcos Vieira, recebeu representantes de movimento pró-moradia na Prefeitura para ouvir reivindicações (foto divulgação)

Enviado pela Comunicação Social da Prefeitura

Cerca de 50 pessoas de um movimento pró-moradia se juntaram na parte de trás do prédio da Prefeitura, no portão de acesso ao estacionamento, para apresentar reivindicações ao governo municipal. A concentração aconteceu no começo da manhã desta segunda-feira (9).  O grupo está há mais de uma semana ocupando uma área do município, no Bairro Santa Izabel, na Zona Sul da cidade. 

Segundo os responsáveis, o efetivo envolvido no movimento pode chegar a 280, mas, mais de 50% são pessoas que não precisam de habitação ou estão fazendo uso político da situação, informou release encaminhado pela Comunicação Social da Prefeitura.

O produtor rural Jovane Rodrigues Pohia, morador de Santa Margarida do Sul e dois representantes do grupo que invadiu o terreno do Município (Paula Madalena de Moura Alvarez e Milton dos Santos Boeira, conhecido pelo apelido de Sabiá) conversaram com o Prefeito em exercício, Marcos do Monte Vieira; a Procuradora Jurídica, Michele Maciel; e o Secretário de Segurança e Cidadania, Vitor Teixeira.  O diálogo ajudou a acalmar os “nervos”, já que as duas partes mostraram interesse em resolver a situação de forma amigável e sem violência.

Pohia assumiu o compromisso de apresentar, ainda nesta segunda-feira (9), um documento com dados das pessoas que estão acampadas, enquanto Vieira garantiu que a Prefeitura (através dos setores responsáveis) analisará a situação cadastral na coordenação de habitação, assim como encaminhará, cada nome, para avaliação junto à Secretaria de Assistência Social.

O produtor rural descartou o envolvimento do movimento com facções políticas.

O que diz a Prefeitura?
O Prefeito em exercício, Marcos do Monte Vieira garantiu que o Poder Público está buscando alternativas para solucionar o impasse. No entanto, qualquer decisão - de imediato - será embasada em um parecer jurídico com aval do Ministério Público. “Estamos em período eleitoral. Embora haja o interesse de resolver, a legislação impede que o Poder Público trate de questões dessa natureza no momento. Lamentamos que essa decisão tenha acontecido durante o período eleitoral, há uma semana do dia da votação”, enfatizou.

Data: 09/11/2020 21h06
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.