20 novembro 2020

Homem negro é morto ao ser espancado por seguranças do Carrefour em Porto Alegre

João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, foi morto por dois seguranças no Carrefour de Porto Alegre, em fato que repercute e chocou nas redes sociais nesta sexta-feira (foto reprodução)

Na véspera do Dia da Consciência Negra, um homem negro foi assassinado após ter sido espancado por dois seguranças do supermercado Carrefour, no Bairro Passo D'Areia, em Porto Alegre. João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, foi espancado por dois seguranças do supermercado após uma suposta discussão com uma funcionária enquanto a vítima fazia compras com a esposa, na noite de quinta-feira (19).

Ele foi levado para fora do estabelecimento, onde foi agredido violentamente a socos pelos seguranças, identificados como Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva. Segundo a Brigada Militar, a confusão teria começado no caixa do supermercado, envolvendo Freitas e uma funcionária. A vítima, que fazia compras com a esposa, teria ameaçado agredir a funcionária, que chamou a segurança.

O PM temporário e o segurança teriam encaminhado João Alberto Silveira Freitas para fora do estabelecimento, dando início às agressões que foram filmadas com celular por uma pessoa do lado de fora. As imagens impressionaram e foram espalhadas nas redes sociais. Na que está sendo compartilhada, João Alberto é imobilizado por um dos seguranças e recebe vários socos na cabeça. Na outra, os dois imobilizam a vítima, já ensanguentada e uma funcionária tenta evitar a gravação. 

A BM, que atendeu a ocorrência inicialmente, afirma que a vítima passou a brigar com a dupla por não aceitar sair do local. Já testemunhas que estavam no supermercado dizem que o homem foi seguido e agredido na saída. A esposa da vítima disse ainda à Polícia que eram clientes habituais do estabelecimento e o gesto do marido foi uma brincadeira. Segundo depoimentos, houve pessoas que pediram para parar de agredi-lo.

A questão está sendo investigada, mas já gera revolta porque a ocorrência foi vista como assassinato e ninguém interviu. Movimentos sociais anunciam protestos no local nesta sexta-feira. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações de GZH 
Data: 20/11/2020 09h52
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.