30 novembro 2020

Governo do Estado implanta medidas de restrição para "frear" a covid-19 no RS

Governador Eduardo Leite anunciou restrições por duas semanas para "quebrar ciclo" de crescimento da covid-19 no Estado (foto reprodução GovRS)

Com o aumento dos casos de coronavírus no Rio Grande do Sul, o que fez com que 19 regiões ficassem em bandeira vermelha - alguns quase chegando à preta, como as regiões de Uruguaiana e Bagé - o Governo do Estado teve de anunciar medidas restritivas para frear o contágio no RS. Entre as medidas emergenciais sugeridas, a suspensão de festas e eventos de encerramento de ano no Estado e a suspensão da cogestão com as regiões, por pelo menos quinze dias.

O Governador Eduardo Leite explicou que algumas medidas terão que ser adotadas para impedir uma explosão de casos no Natal e Ano Novo. Entre elas, a suspensão temporária da cogestão com os municípios (quando estes, em bandeira vermelha, adotam medidas flexibilizadas na bandeira laranja); suspensão de eventos festivos de encerramento de ano, sejam de prefeituras ou estabelecimentos privados; suspensão do patrocínio por empresas públicas ou apoio de órgãos públicos; restrição de reuniões com até no máximo 10 pessoas; vedação à permanência em locais públicos sem controle de acesso, como ruas, praias e praças. 

Demais medidas anunciadas pelo Governo do Estado: comércio pode funcionar sem restrição de dias, mas até no máximo, 20 horas; restaurantes, lancherias e bares podem funcionar até 22h, com distanciamento entre as mesas em 2m para grupos de no máximo 6 pessoas, sem música ao vivo; delivery e "pague e leve" até 23h; proibido o funcionamento de atividades em locais fechados como teatros, cinemas, casas de shows, etc; proibida a permanência em locais abertos sem controle de público, como ruas, praias, parques, praças, etc, sendo permitida apenas circulação ou prática de exercícios físicos; vedados eventos sociais como casamentos, festas, formaturas, aniversários, etc.; vedado o uso de áreas comuns em condomínios e clubes, como brinquedos, salões de festas e piscinas, etc. 

As medidas vão vigorar por duas semanas, para "quebrar o ciclo da covid-19", que cresce no RS, finalizou o Governador. Resumindo: Comércio, bares e restaurantes voltam a ter limitação de horário. Esportes coletivos amadores estão vedados por ao menos duas semanas, por exemplo. Bares e restaurantes podem funcionar até 22h na bandeira vermelha e receber grupos de até seis pessoas ao redor de uma mesa, por exemplo. Música ao vivo está proibida também. Delivery pode funcionar até 23h. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/11/2020 18h28
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.