Prefeitura de São Gabriel - O resultado dos seus impostos está aqui

Vem aí a rede que mais cresce no Brasil, Mercadão dos Óculos - inaugura em 16 de dezembro

Anúncio Odonto Odonto Excellence - Sob nova direção, agora em São Gabriel! Agende sua consulta!Excellence São Gabriel 3

Ecoestudos Inteligência Ambiental - Buscando um mundo mais sustentável

Dental SG - A clínica odontológica da família gabrielense

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Bar da Sílvia - o novo point da city

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

Sicredi-Faz-Mais-setembro.gif

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

17 agosto 2020

Vereadores entram em luta corporal na Câmara de Rosário

Briga aconteceu na manhã desta segunda-feira, antes de reunião de CPI que investiga compras superfaturadas de peças pela Prefeitura de Rosário e foi parar na delegacia (foto reprodução)

Com informações da Gazeta de Rosário

Um incidente foi registrado na manhã desta segunda-feira (17) na Câmara de Vereadores de Rosário do Sul, envolvendo os vereadores Leonardo Vargas, Nico (PTB) e Rogério Ustra (MDB), presidente da CPI das Peças, que está investigando uma compra superfaturada de peças por parte da Prefeitura de Rosário. Nico teria agredido Ustra a socos e este reagiu da mesma forma, antes da reunião da Comissão Processante. 

O fato foi registrado na Delegacia de Polícia por Ustra. Inicialmente, o fato foi negado à imprensa, mas acabou caindo "na boca do povo" rosariense e se espalhou pelas redes sociais. Segundo o jornal Gazeta de Rosário, Ustra informou que as discussões com Nico já vinham acontecendo devido às investigações.  “Ele foi por várias vezes ao rádio me chamar de mentiroso e tudo que é acusação contra mim, na tentativa que eu parasse com isso. Já fui ameaçado de cassação lá dentro da Câmara, isso é comum”, afirma.

O vereador emedebista também cita um atrito devido à demissão de seu chefe de gabinete, ocorrida no início desse ano, quando Nico era vice-presidente da Casa. Ustra questiona o motivo do afastamento do servidor na justiça, que envolveria acusações graves. As agressões teriam acontecido na Sala de Comissões, onde, segundo Ustra, Nico teria chegado alterado e questionando os assuntos foco de investigações. “Daqui a pouco ele começou a me agredir, e eu me defendi. Em nenhum momento levantei minha mão contra ele. Disse que não iria me calar, que queria explicações de tudo que estão fazendo para mim”, relatou.

Conforme o vereador, ele recebeu vários socos e pontapés, e até que cadeiras foram arremessadas em sua direção. “Eles não conseguem combater os meus documentos, não conseguem explicar e querem guerra comigo. Não vou frouxar”, disse Ustra, com relação às investigações que está à frente. 

Procurado pela Gazeta, Nico preferiu não se manifestar no momento. O presidente do Legislativo, vereador Cristiano Rodrigues (PP), que estaria presente no momento da contenda, não comentou o caso, mas está sendo cobrado para tomar medidas. A CPI foi notícia estadual na RBS TV e a investigação objetiva apurar irregularidades na compra de peças para veículos, entre eles uma ambulância que foi destruída em um acidente entre Rosário e São Gabriel, no ano passado. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 17/08/2020 22h13
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.