29 agosto 2020

Parque Estadual Assis Brasil completa 50 anos neste sábado

Parque Assis Brasil, em Esteio, comemora 50 anos neste sábado, 29 de agosto (foto arquivo C7)

Neste sábado, 29 de agosto, se não fosse a pandemia de covid-19, certamente seria dia de festa no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio. Seria a abertura da Expointer 2020, que seria especial pela celebração dos 50 anos do Parque, que anualmente recebe milhares de visitantes e expositores. O espaço foi inaugurado oficialmente em 29 de agosto de 1970, recebendo a 33ª Exposição de Animais (que até então, ocorria no Bairro Menino Deus, na Capital, onde hoje é a sede da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

O parque é o símbolo do Rio Grande do Sul, principalmente pelos seus globos nas cores da bandeira gaúcha e que foram trazidos da Alemanha. O evento foi o embrião da Expointer, surgida em 1972 como Exposição Internacional de Animais. O Parque de Exposições Assis Brasil, que já foi chamado de Parque de Exposições de Esteio, está localizado na antiga Fazenda Kroeff. 

A migração da feira começou a ser cogitada por um grupo de criadores gaúchos em 1967, após participarem de uma exposição na Inglaterra e verem a necessidade de o evento na Capital se modernizar. A ideia foi abraçada pelo secretário estadual da Agricultura na época, Luciano Machado, que nomeou uma comissão em busca do local ideal para receber a estrutura. Os requisitos eram que o ponto tivesse pelo menos 50 hectares e fosse na Região Metropolitana. Desta maneira, chegou-se à área em Esteio, uma fazenda pertencente à família Kroeff, que era de Fernando Kroeff, patrono do Grêmio.  

Ao longo dos anos, o local foi ampliado e melhorado. A denominação atual foi dada em 1977, quando o Estado resolveu homenagear o político gabrielense, dirigente da Farsul e produtor gaúcho responsável por trazer as raças de gado jersey e devon ao Brasil. A Expointer era realizada a cada dois anos, intercalada com a exposição estadual, quando a partir de 1984, incorporou todos os eventos e passou a ser anual, entre o final de agosto e o começo de setembro. 

Em 1998, o governo do Estado ampliou o tamanho do parque, com a aquisição de outras terras vinculadas à família Kroeff. Hoje, a estrutura conta com 141 hectares, incluindo 45,3 mil metros quadrados de pavilhões cobertos e 70 mil metros quadrados de área de exposição. A manutenção anual custa cerca de R$ 8 milhões, valor arrecadado basicamente com os ingressos vendidos na Expointer e o aluguel para eventos. Ainda se pensa em realizar um plano de parceria público-privada para a construção de um hotel e Centro de Eventos. 

Da estrutura da Fazenda, ficou a chamada "Casa Branca" que se torna a residência do Governo do Estado durante o evento. Outra atração que é o símbolo do evento, são as três grandes esferas de fibra de vidro com as cores do RS. Elas foram trazidas da Alemanha Oriental que participou do evento em 1974 e que eram nas cores do país - vermelho, amarelo e europeu - e que foram dadas como presente ao Estado pelos 150 anos da Imigração Alemã no Estado. Foi somente trocada uma das cores (o preto pelo verde), ficando assim. 

O espaço é usado para vários eventos, mas o Governo do Estado quer ampliar seu uso. Mesmo com a pandemia, celebramos o fato de termos um local grandioso e que faz parte da história do agronegócio gaúcho.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações de GaúchaZH e Jornal NH 
Data: 29/08/2020 12h34
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.