23 julho 2020

Como está a situação da corrida pré-eleitoral de São Gabriel

Mesmo com a situação indefinida pela pandemia, o cenário eleitoral está em andamento em São Gabriel; seis pré-candidatos apresentaram nomes até o momento para a corrida ao Palácio Plácido de Castro (foto arquivo C7)
Em fevereiro, trouxemos uma análise de cinco pré-candidaturas para a eleição municipal em São Gabriel. Mas o cenário mudou em virtude da pandemia de coronavírus, que parou tudo praticamente e ainda gera incertezas no Mundo todo. Na área política, as eleições foram adiadas para novembro por decisão do Tribunal Superior Eleitoral referendada pelo Congresso Nacional e isso também gerou mudanças importantes nas cogitações na Terra dos Marechais. Agora, são seis pré-candidatos ao Palácio Plácido de Castro e muitas mudanças ocorreram.

Com a pandemia, Balbo Teixeira, do Patriotas, abriu mão da corrida eleitoral por recomendações médicas, indicando o nome do vereador Cacaio Lannes, colega de partido, para ser seu pré-candidato, mas nada certo até o momento. Até o momento, são pré-candidatos Rossano Gonçalves (PL), Sandra Weber (Solidariedade), Giancarlo Bina (Progressistas) e provavelmente, dependendo de seus partidos, Daniel Ferrony (PT), Luiz Cristiano Maciel Cardoso (DEM), Fabiano Righi (PSC), Rossano Farias (Patriotas) e recentemente, Marcos Vieira (PSDB). Vamos a cada um dos pré-candidatos até o momento, em ordem alfabética:

Daniel Ferrony (PT)
Nome que surgiu no final do ano passado, mas muito timidamente até então, o nome do ex-secretário de Saúde da gestão de Roque Montagner vem crescendo, mas deverá passar por prévias do partido, que é o procedimento adotado em cada eleição. O próprio Daniel, em conversa com a reportagem, não escondeu o interesse de concorrer à majoritária, dependendo de decisão do próprio partido - mas provavelmente é o principal nome do PT, que almeja retornar ao Palácio Plácido de Castro. Ferrony tem como triunfo o sucesso da Saúde em sua gestão, onde a área foi bem conceituada. Porém, pode pesar contra a questão do governo da legenda não ter sido bem-sucedido em São Gabriel, mesmo quando teve em mãos o "alinhamento das estrelas", quando estava também nos Governos Federal e Estadual.

Fabiano Righi (PSC)
Novato na política, Fabiano Righi é microempreendedor e também religioso, também sendo um apoiador do Governo Jair Bolsonaro em São Gabriel. Vem se apresentando como pré-candidato do Partido Social Cristão em São Gabriel e já foi citado em enquetes. Pode ter o apoio de partidários do presidente Bolsonaro e de religiosos da cidade. Até o momento, sabe-se pouco sobre ele.

Giancarlo Bina (Progressistas)
Médico, desportista e radialista, Giancarlo Bina almeja chegar ao Palácio Plácido de Castro e ser prefeito pela primeira vez. Ele chegou a ser um dos pré-candidatos a vice de Rossano Gonçalves, mas se recolheu quando foi preterido por Karen Lannes (atualmente no Podemos). Concorreu à deputado estadual pela Rede e fez mais de 13 mil votos, sendo 10 mil em São Gabriel, onde aposta neste bom desempenho para conquistar o voto do eleitor. Defende o surgimento de novas lideranças a partir do seu nome, na chamada "renovação política" e buscar o desenvolvimento de São Gabriel além do rompimento com as tradicionais correntes políticas atuais. Assinou ficha no Progresisstas e conta com o apoio de várias lideranças do partido. Pode pesar contra a alegação de que novas lideranças já tiveram oportunidade e não deram certo, como aconteceu com o Governo Roque Montagner.

Luiz Cristiano Maciel Cardoso (DEM)
Herdeiro político de Jane Maciel Cardoso, que foi Secretária Municipal de Educação e vereadora pelo PDT, o médico Luiz Cristiano se lançou pré-candidato à Prefeitura de São Gabriel com a promessa de "acabar com a velha política e seus privilégios". Na área médica, empreende em São Gabriel com tratamentos na área vascular e exames. Tem uma opinião forte, arregimentando vários seguidores e também colecionando polêmicas - uma delas foi com o ex-prefeito Roque Montagner, desde os tempos de Provedoria da Santa Casa e atualmente, tem sido forte crítico de Rossano Gonçalves. Ele já esteve em outros partidos e agora está no Democratas, onde vem apresentando um plano de Governo em várias áreas, se comprometendo a realizar propostas com profissionalismo e livre dos "vícios da velha política". Pode pesar o fato de ainda não ser conhecido na comunidade e tem tido confrontos com vários setores da sociedade.

Marcos Vieira (PSDB)
Recentemente, o vereador e presidente do Legislativo Marcos Paulo do Monte Vieira, conhecido como Marcos MEC, foi indicado por alguns partidos como pré-candidato à majoritária. O vereador e empresário, que está, segundo ele, em seu último mandato parlamentar, não esconde que quer voos mais altos na política. Tido como um político ativo e que está sempre junto do povo, Marcos foi militar no Exército e depois seguiu carreira no comércio, onde fundou junto com a esposa Cristiane, a MEC Presentes; começou na política como Secretário Municipal em duas gestões de Rossano Gonçalves (Serviços Urbanos e Obras) e foi reeleito em dois mandatos como vereador pelo PSDB, constando boa experiência política. Algumas inconstâncias do partido ao longo dos anos podem pesar contra bem como a rejeição de alguns partidos a seu nome.

Rossano Farias (Patriota)
Recém chegado no partido e herdeiro político de seu pai, o ex-vereador e professor Rômulo Farias, o vereador eleito em primeiro mandato pelo PSB tem sido um dos que "incomoda" o Governo no Legislativo, mostrando ser inteligente e combativo, ao mesmo tempo polêmico e conhecido por uma comunicação eficiente nas rees sociais. Foi Secretário Municipal de Serviços Urbanos na gestão de Roque Montagner (PT), dentro do acordo feito por Balbo Teixeira para sua eleição. Apresentou vários projetos durante seu mandato e agora se credenciou para ser pré-candidato à majoritária. Tenta arregimentar a fatia de eleitores do ex-prefeito Balbo Teixeira para lhe apoiar, o que pode pesar são propostas que acabaram não se concretizando e mesmo com um mandato parlamentar, ainda há pouca experiência política, além de inconstâncias com a opinião pública.

Rossano Gonçalves (PL)
Atual prefeito que foi o primeiro a anunciar estar concorrendo à reeleição e que está em seu quarto mandato, Rossano se credencia com experiência e realizações em seus governos. Neste atual mandato, conseguiu realizar obras e ações a partir do terceiro ano de gestão e ainda reduziu secretarias, além de implantar programas e outras ações. Tem como prós a experiência, relações políticas nos Governos Federal e Estadual e uma base sólida de apoio na Câmara de Vereadores e a concretização de mais obras em relação ao seu último mandato, além do fato de ter agido firmemente para diminuir os impactos da pandemia de covid-19 em São Gabriel, principal foco de sua atuação no momento. Pesam contra questões que geraram contrariedade na comunidade, como o estacionamento rotativo e as cobranças sobre obras em alguns bairros. E também a cobrança de que ele sairia às ruas nos últimos anos de Governo, principalmente de eleitores que se acostumaram com o jeito dele nas primeiras gestões, de sair à rua a qualquer tempo. Está evitando falar na eleição, por conta do combate à pandemia.

Sandra Weber (Podemos)
A médica que já foi vereadora e vice-prefeita do município também se credencia a concorrer ao Palácido Plácido de Castro pelo Solidariedade, ainda mais depois de ser valorizada ao disputar a eleição para o Senado recentemente e dentro das articulações políticas, se mudou para o Podemos em março. Sandra defende projetos para alavancar o desenvolvimento de São Gabriel e a maior participação das mulheres na política, junto com a vice-prefeita e companheira Karen Lannes, do mesmo partido e a parceria com entidades sociais, inclusive dos clubes de serviço que faz parte, como o Rotary. Tem uma grande aceitação na comunidade. Com sua ida ao Podemos, tem a garantia de apoio de lideranças do partido, como os senadores Álvaro Dias e Lasier Martins. Tem a desconfiança, a exemplo do pré-candidato Giancarlo Bina, de que "votos de eleição estadual não se refletem na eleição municipal".

* Caso haja outros pré-candidatos, entre em contato com a redação. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 23/07/2020 16h08
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.